Book Bingo 2018 – Leituras ao sol [Wrap up]

book bingo.jpg

Malta venho fazer o wrap up do Book Bingo – Leituras ao sol. Foi a primeira vez que participei e gostei muito apesar de não ter conseguido seguir a lista dos livros que selecionei. Tinha pensado que depois podia colocar outros livros em vez desses mas achei que isso seria batota por isso vou apenas mostrar o que consegui ler que foram pouquinhos!

4 – Um livro de um autor que tenha as tuas iniciais – A magia das pequenas coisas – Sarah Addison Allen

6 – Um livro “silly” – Amo-te quase para sempre – Erin Lyon

7 – Um livro com apenas uma palavra no título – Tríptico – Karin Slaughter

10 – Um livro com um número no título – Um de nós mente – Karen M. McManus

12 – Um livro que compraste pela capa – O Último Fôlego – Robert Bryndza

E foi isto malta! Para o ano vou participar mas espero que corra melhor ehehehe E vocês, participaram? Que tal correu?

 

 

Promessa de veludo – Jude Deveraux [Opinião]

41727798_1867296939984322_8090354282575953920_n.jpg

Opinião:

Muito resumidamente: Gavin está completamente apaixonado pela Alice, uma jovem que ele anda a namorar às escondidas. A Alice não pode casar com ele porque o pai não quer, então casa-se com um duque rico. Gavin casa com Judith que é uma jovem de 17 anos que estava destinada a se tornar abadessa, mas o pai decide casá-la. O casamento com Gavin traz inúmeros benefícios, principalmente a junção das terras de ambos.

O problema aqui é que Gavin é louco pela Alice e então decide que não quer saber da Judith para nada portanto a primeira que lhe faz é partir-lhe o coração. Judith é uma jovem algo inocente e não percebe muito bem as artimanhas de Gavin. Por outro lado temos Alice que “teve” de se casar com outra pessoa mas quer continuar a ver o Gavin. Estão a ver a embrulhada que vai dar aqui? Continuar a ler

Novidades Planeta

portada_o-amor-que-sinto-agora_leila-ferreira_201804032012.jpg

Confidências de uma filha para a sua mãe

Sinopse de O amor que sinto agora:
Quatro anos depois de perder sua mãe, Leila Ferreira decidiu abrir a carta que ela deixou para ser lida depois de sua morte. Foi da necessidade de responder a esta carta que nasceu este livro. O amor que sinto agora é o desabafo extremamente corajoso de uma filha que quebra o silêncio de uma vida. A mistura de realidade e ficção é protagonizada por Ana, uma mulher que enfrentou um casamento fracassado, violência sexual e depressão, mas aprendeu a construir saídas. A conversa, em forma de cartas, relata viagens feitas ao Egito, México e França, mas o grande deslocamento feito por Ana é existencial. É dele, acima de tudo, que ela fala, e é impossível não se emocionar ao acompanhar a reconstrução, dolorosa e bela, do amor de Ana por sua mãe e pela vida.

th_72414cb6a57e756d13984d10339137c1_15371267639789897770180QuarentaDiassemSombraOlivierTrucCapaembaixa.jpg

O aclamado e premiadíssimo romance de estreia do autor francês Olivier Truc é um policial étnico fascinante que nos leva a uma terra misteriosa, a Lapónia, e à descoberta da cultura e do povo Sami, um dos últimos povos indígenas da Europa, quase desconhecidos e em risco de desaparecerem. Continuar a ler

Novidades TOPSELLER

unnamed.png

A escritora bestseller Sarah J. Maas apresenta-nos Catwoman: nascida na pobreza, forjada na luta, Selina vive um perigoso jogo do gato e do rato. Uma ameaça do passado vai atrapalhar o seu maior assalto… o assalto ao seu coração.

Depois de Príncipe das Trevas, Mark Lawrence cria um novo anti-herói irresistível e expande o seu universo fantástico pós-apocalíptico e de inspiração medieval. A Chave de Loki é fantasia dark repleta de caracterizações incríveis e humor negro.´ Continuar a ler

O Último Fôlego – Robert Bryndza [Opinião]

39329893.jpg

Opinião:

Sim, eu sei, devia ter começado com “A rapariga do gelo”. Foi o que todos me disseram quando coloquei nas redes sociais que ia começar a ler este livro, o 4º da série da detective Erika Foster. MAS…eu não tenho (ainda) os outros livros da série e estava maluca para ler este, não consegui resistir! Se fiquei triste? É claro que fiquei porque eu adoro ler tudo por ordem mas nesta vida nem sempre temos o que queremos! Por isso, continuando…

Neste livro (pelos vistos xD) conhecemos mais uma aventura da detective Erika Foster, que se encontra destacada noutro departamento e que luta constantemente para voltar a fazer parte do departamento de homicídios. Depois de conseguir o que quer fica encarregue do mais mediático caso: um predador que atrai as suas vítimas através das redes sociais, nomeadamente o Facebook.

Eu adorei esta leitura! Li-o em apenas algumas horas tão viciada fiquei. Achei que o enredo estava muito bem estruturado e apesar de conhecermos o assassino muito cedo Continuar a ler

Menina boa Menina má – Ali Land [Opinião]

36207057.jpg

Opinião:

Malta que livro tão bom! Adoro thrillers deste género! Mas vamos com calma que eu já estou a colocar a carroça à frente dos bois!

Então, neste livro partimos numa mais aventura, desta vez mais tenebrosa quando entramos na vida de Annie que com 15 anos entrega a sua mãe à policia. A mãe de Annie é uma assassina em série  que vai chocar o mundo com os crimes macabros que cometeu. Annie é colocada numa família de acolhimento e começa uma nova vida e nessa vida chama-se Milly. E pronto…não vos posso dizer mais nada porque a sinopse não revela mais…e eu quero que vocês sejam surpreendidos como eu fui!

Mas o que é que vos posso dizer então? É um livro que se lê muito bem e tem uma história bastante forte. É daqueles livros que queremos sempre mais e mais porque no Continuar a ler

A Dama e o Vagabundo – Cheryl Holt [Opinião]

40557863.jpg
Opinião:

Sempre que começo a ler um novo romance sinto aquela excitação de conhecer novos personagens e as suas aventuras. Confesso que depois de ter lido “A filha do vigário” da mesma autora estava com expectativas bastante altas.

Com este livro começamos uma nova série: “Série homens perdidos” e conhecemos Michael Scott, dono de um casino, um homem duro que cresceu nas ruas de Londres e cresceu pelo seu próprio mérito. Por outro lado conhecemos a Magdalena Wells que dirige uma obra de caridade e que conhece Michael quando vai lhe pedir um favor. Gostei como se conheceram e como tudo se desenrolou a partir daí. As suas vidas já tinham começado a ficar entrelaçadas ainda antes de se conhecerem.  O romance é intenso e o enredo é interessante e vai se adensando com o virar das páginas, no entanto este acabou por não me cativar tanto. Continuar a ler