As Flores Perdidas de Alice Hart – Holly Ringland [Opinião]

1093940_asfloresperdidasdealicehart_3d_1538382860_3.jpg

Opinião:

As flores perdidas de Alice Hart é a estreia da autora australiana Holly Ringland e consequentemente a sua estreia em Portugal. Este livro chegou-me às mãos através da Porto Editora, fruto da nossa parceria.

Neste livro conhecemos a Alice Hart de 9 anos que vive com os pais numa zona junto ao mar, isolados da maior parte das pessoas. Alice é uma menina muito peculiar e inteligente que vive rodeada da natureza e do amor que a mãe tem pelas flores. A mãe de Alice lê a linguagem das flores nativas da Austrália.

A família da Alice não é perfeita, o pai é um homem perturbado que bate na esposa e na filha, proibindo-as de ter qualquer contacto com o mundo exterior. Depois de sofrer uma grande tragédia, a vida de Alice muda completamente e ao longo do livro vamos acompanha-la no seu crescimento, vendo-a também tornar-se uma adulta, uma mulher que lê a linguagem das flores.

Como já devem ter percebido, este é um livro que gira em volta das flores. A autora com grande mestria escreveu o enredo em torno da história das flores, de como estas conseguem contar a vida de Alice e como acabaram por influenciar a sua vida e a da sua família.

“Ia ajeitar o vestido quando percebeu que não trazia nenhum; ainda estava de camisa de noite. Não lhe ocorreu mudar de roupa quando resolveu fugir de casa. Sem saber o que fazer ou para onde ir, Alice ficou onde estava, beliscando os pulsos até os deixar vermelhos-vivos; a dor exterior distraiu-a da que sentia por dentro. Só parou quando uns raios de luz colorida lhe entraram no olhar.”

Eu adorei esta leitura e está no top das minhas leituras favoritas do ano. Senti uma ligação muito forte com a Alice e com toda a história por várias razões, mas principalmente porque a minha mãe adora flores e vive muito para as suas flores, são a sua terapia. Segundo porque o ano passado perdi uma pessoa muito importante para mim, a minha tia, que se chamava Alice e que tal como a minha mãe adorava flores.

Mas voltando ao livro, além da história ser comovente e melancólica, a escrita da autora é extremamente cuidada. Parece que cada palavra foi colocada ali de propósito e muito bem pensada para tudo se conjugar de uma forma harmoniosa. O livro tem uma prosa quase lírica e são inúmeras as passagens que queremos guardar connosco de tão lindas e comoventes que são. O livro é simplesmente lindo! Várias foram as vezes que fiquei comovida e que chorei.

“A estrada à frente dela acenou-lhe, seguindo para fora da vila. Como desejava saber até onde a poderia levar… E se decidisse segui-la até ao fim, sem parar? O fardo dos seus sonhos fracassados pesava-lhe nas costelas, arrasadas pelo peso dos seus suspiros. Imaginou cada um deles como se fosse uma flor prensada, cada uma esmagada ainda em pleno florescimento, uma lembrança daquilo que poderia ter sido.”

E enganam-se se acham que é um romance fofinho, porque não o é. Tem de tudo um pouco e até reviravoltas que nos deixam boquiabertos e a pensar: “mas de onde é que surgiu isto?”.

É um livro sobre mulheres para mulheres!

5*

Também podem ver a minha opinião no meu canal do Youtube aqui: As flores perdidas de Alice Hart

Sinopse:

Um romance sobre as histórias que deixamos por contar e sobre as que contamos a nós próprios para sobrevivermos.

Alice tem nove anos e vive num local isolado, idílico, entre o mar e os canaviais, onde as flores encantadas da mãe e as suas mensagens secretas a protegem dos monstros que vivem dentro do pai.

Quando uma enorme tragédia muda a sua vida irrevogavelmente, Alice vai viver com a avó numa quinta de cultivo de flores que é também um refúgio para mulheres sozinhas ou destroçadas pela vida. Ali, Alice passa a usar a linguagem das flores para dizer o que é demasiado difícil transmitir por palavras.

À medida que o tempo passa, os terríveis segredos da família, uma traição avassaladora e um homem que afinal não é quem parecia ser, fazem Alice perceber que algumas histórias são demasiado complexas para serem contadas através das flores. E para conquistar a liberdade que tanto deseja, Alice terá de encontrar coragem para ser a verdadeira e única dona da história mais poderosa de todas: a sua.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s