A Boa Filha – Karin Slaughter [Opinião]

A BOA FILHA de KARIN SLAUGHTER _book

Opinião:

A Boa Filha foi a minha estreia com  a autora Karim Slaughter. Depois de muitos comentários positivos comecei a adquirir os livros da autora, mas a minha primeira leitura acabou por recair no mais recente publicado cá em Portugal.

Neste livro conhecemos as irmãs Sam e Charlie, assim como o pai de ambas, Rusty. Marcadas pela morte da mãe estas irmãs acabam se afastando por não saberem como lidar com um acontecimento tão traumatizante.

Ao longo do livro vão acabar por surgir vários acontecimentos que as vão voltar a unir que vão fazer com que acabem por enfrentar os demónios do passado.

A Boa Filha foi uma leitura voraz e sem nenhum momento parado. O livro é um calhamaço de quase 700 páginas mas que se lê muito facilmente. São inúmeros os episódios brutais e arrepiantes que deixam o leitor a pensar. Para mim o mais interessante do livro todo foi a interacção destas duas irmãs, já que ambas tinham uma personalidade peculiar, além da inteligência acima da média.

É claro que o desvendar do passado também foi igualmente muito interessante e até algo assustador porque conforme vamos avançando na leitura vamos percebendo que a autora foi bem masoquista na forma como fez estas personagens sofrer.

Um thriller espectacular de tirar o fôlego a qualquer amante de um excelente policial. É um livro obscuro, assustador e violento mas que deixa o leitor viciado desde a primeira página até a última.

Para mim será certamente uma das melhores leituras do ano!

5*

Sinopse:

Inclui a prequela “ÚLTIMO SUSPIRO”

Duas meninas são obrigadas a entrar no bosque com uma pistola apontada. Uma foge para salvar a vida. A outra fica para trás.

Há vinte e oito anos, um crime horrível sacudiu a feliz vida familiar de Charlotte e Samantha Quinn. A sua mãe foi morta. O seu pai, um conhecido advogado de defesa de Pikeville, ficou prostrado de dor. A família desfez-se irremediavelmente, consumida pelos segredos daquela noite pavorosa.

Transcorridos vinte e oito anos, Charlie tornou-se advogada, seguindo os passos do pai. É a filha ideal. Mas quando a violência volta a aumentar em Pikeville e uma grande tragédia assola a localidade, Charlie vê-se imersa num pesadelo. Não só é a primeira pessoa a chegar à cena do crime, mas também o caso desperta as recordações que tentou manter à margem durante quase três décadas. Porque a surpreendente verdade sobre o acontecimento que destruiu a sua família não pode permanecer oculta para sempre.

Cheio de voltas e reviravoltas inesperadas e transbordante de emoção, A boa filha é um romance apaixonante: suspense em estado puro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s