O Homem de Giz – C. J. Tudor [Opinião]

37416796.jpg

Opinião:

O homem de Giz é uma das novidades de 2018 que chega a Portugal pelas mãos da Planeta. Finda a leitura só posso dizer que é uma novidade espectacular!

Se o resto do ano continuar assim no que diz respeito a leituras irá correr muito bem.

Comecei esta leitura ontem pelas 15h30 e só larguei pela 1h da manhã…simplesmente não conseguia largar.

Neste livro somos levados a conhecer a história de um grupo de miúdos que moram numa pacata cidade onde nunca acontece nada de especial, até o dia em que começam a aparecer bonecos de Giz. 

O leitor vai andando para a frente e para trás para conhecer o que acontece em 1986 e depois em 2016 (30 anos depois). Ao longo do desenrolar da história vamos conhecendo os acontecimentos que marcaram tão profundamente a vida destas crianças, tanto que, já depois de adultos continuam marcados por esses acontecimentos.

Adorei os dois registos, tanto o de 1986 (muito mais sombrio e assustador) como o de 2016 (mais coerente).

Confesso que houve uma altura do livro que pensei que já sabia o que iria acontecer mas depois a autora acabou por me trocar completamente as voltas. Fiquei extremamente surpreendida. Não estava nada à espera daquele fina.

O homem de Giz é um livro com um carácter bastante obscuro e muito sinistro. Algumas passagens são muito visuais e muito chocantes! Mas adorei…foi um livro que me agarrou do início ao fim. Todo ele tem um discurso algo deprimente e opressivo, está muito bem conseguido.

Certamente será um dos melhores livros de 2018.

5*

Sinopse:

O livro de estreia de C. J. Tudor é um thriller com uma atmosfera densa e viciante que se passa em dois registos, em 1986 e nos nossos dias.

A história começa em 1986 e, após um hiato de trinta anos, o passado surge para transformar a vida de Eddie.
As influências de Stephen King e o toque de Irvin Welsh, conferem ao livro não só um tipo de narrativa diferente como um suspense ao limite.
O que contribui para que a história tenha um desfecho muito real e chocante.
O Homem de Giz conta-nos a história de um grupo de crianças, não poupando nos pormenores sociais onde estão inseridas e em como as influências de famílias disfuncionais contribuem para exacerbar o imaginário infantil.

A história começa quando aos doze anos Eddie e os amigos tiveram contacto com o misterioso Homem de Giz. Uma personagem central na trama e Eddie será assombrado por ela.
As estranhas figuras de giz conduzem Eddie e os amigos a um cadáver de uma rapariga pouco mais velha que eles e esta descoberta irá marcámos para sempre. Tudo aconteceu há trinta anos, e Eddie convenceu-se de que o passado tinha ficado para trás. Até ao dia em que recebeu uma carta que continha apenas duas coisas: um pedaço de giz e o desenho de uma figura em traços rígidos.
À medida que a história se vai repetindo, Eddie vai percebendo que o jogo nunca terminou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s