As pontes de Madison County – Robert James Waller [Opinião]

19021670_1405025979532620_1624469432_n

 

Opinião:

As pontes de Madison County começa quando Carolyn e Michael Johnson, irmãos, procuram um escritor para escrever a história de amor da mãe, história que não estavam preparados para ouvir de tão intensa que foi. Robert Kincaid, de 52 anos é um famoso fotógrafo que trabalha para a National Geographic e que chega em 1965 a Madison County para fotografar as famosas pontes cobertas que não existem em mais parte alguma do país. Na busca pelas pontes conhece Francesca de 45 anos, esposa de um homem honrado mas com poucos anseios de paixão que conheceu na sua terra Natal, Itália, durante o pós-guerra.

Com o seu marido ausente, ambos vivem durante uma semana, uma paixão intensa e avassaladora que irá mudar as suas vidas para sempre. Este é um pequeno livro, que se lê num sopro e que fará o leitor viajar até o interior da América rural. Adorei esta leitura e apesar de ao início estar confiante que iria odiar Francesca pelo seu adultério, vi-me aos poucos ser conquistada por esta mulher que acabou por dar a sua vida a um homem que vive uma vida mediana e sem paixão. Uma história comovente que já foi adaptada ao cinema, com Clint Eastwood no papel de Robert e Meryl Streep no papel de Francesca.

Sinopse:

As Pontes de Madison County é a história de Robert Kincaid, fotógrafo famoso, e de Francesca Johnson, mulher de um agricultor do Iowa.
Kincaid, de 52 anos, é fotógrafo da National Geographic — um estranho e quase místico viajante dos desertos asiáticos, dos rios longínquos, das cidades antigas, um homem que se sente em desarmonia com o seu tempo. Francesca, de 45 anos, noiva italiana do pós-guerra, vive nas colinas do Iowa com as memórias ainda vivas dos seus sonhos de juventude. Qualquer deles tem uma vida estável, e no entanto, quando Robert Kincaid atravessa o calor e o pó de um Verão do Iowa e chega à quinta dela em busca de informações, essa estabilidade desaba e as suas vidas entrelaçam-se numa experiência de invulgar e estonteante beleza, que os marcará para todo o sempre.
O resultado é uma história apaixonante e profundamente comovedora, que foi levada ao cinema por Clint Eastwood, com Meryl Streep no papel de Francesca.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s