O Ano da Dançarina – Carla M. Soares [Opinião]

thumbnail_OAnoDaDancarina-Kfr

Opinião:

No ano de 1918 decorre a primeira guerra mundial e é durante ela que o livro da autora Carla Soares decorre.

Nicolau Lopes Moreira, filho de uma família portuguesa pertencente à burguesia, após um desgosto de amor, alista-se na guerra. É lá que é ferido tendo de voltar para casa. A recuperação não é fácil, mas Nicolau é um homem forte e não se deixa desmotivar. No entanto, existem males maiores que não dependem unicamente de Nicolau e da sua família. Ao mesmo tempo que decorre a primeira guerra mundial, Sidónio Pais governa com mão de ferro Portugal e a dançarina está aos poucos a chegar. 

Carla M. Soares não é uma autora nova para mim e por isso já sabia mais ou menos o que esperar e foi com entusiasmo que vi que as minhas expectativas foram superadas. O Ano da Dançarina é um romance histórico que além dos ricos pormenores da época que se vivia, traz ao leitor as sinuosas relações de uma família portuguesa, dos seus amigos e dos seus negócios.

Foi interessante percorrer este período histórico, do qual – tenho de confessar – sei muito pouco. Talvez por isso tenha devorado o livro em pouco tempo com a curiosidade a ser mais forte. A autora criou uma história deveras interessante, que me cativou com os seus peculiares personagens, tais como César, irmão mais novo de Nicolau e Bernarda, uma mulher independente que geria um dos negócios da família. Tenho de confessar que Cecília foi a que eu gostei menos, considerei-a algo “desligada” da história. Nicolau foi sem dúvida o meu favorito, é um homem apaixonante, algo rude mas inteligente e devotado às suas causas.

Não posso deixar de dar destaque ao título e ao paralelo feito com a “dançarina” pela qual Nicolau era apaixonado. Não podia ter sido mais perfeito. Adorei.

4.5*

Sinopse:

No ano de 1918, o jovem médico tenente Nicolau Lopes Moreira regressa da Frente francesa, ferido e traumatizado, para o seio de uma família burguesa de posses e para um país marcado pelo esforço de guerra, pela eleição de Sidónio Pais e pela pobreza e agitação social e política.

No regresso, Nicolau vê-se confrontado com uma antiga relação com Rosalinda, dançarina e amante de senhores endinheirados, e com as peculiaridades de uma família progressista.

Enquanto a Guerra se precipita para o fim e, em Lisboa, se vive a aflição da epidemia e da difícil situação política, a família experimenta o medo e perda, e Nicolau conhece um amor inesperado enquanto trava as suas próprias batalhas contra a doença e os próprios fantasmas. Este é um romance de grande fôlego, histórico, empolgante e profundo, sobre a superação pessoal e uma saga familiar num tempo de grande mudança e turbulência em Portugal.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s