Destinos e Fúrias – Lauren Groff [Opinião]

liv01040648_f

Opinião:
Destinos e Fúrias é um livro muito recente em Portugal publicado pela Editorial Presença e logo que eu li a sinopse fiquei muito curiosa. Pela sinopse parecia-me ser um livro que falava (além de contar a história dos personagens) de sentimentos e relações humanas e eu não poderia estar mais certa!

Em Destinos e Fúrias o leitor é levado numa longa viagem de conhecimento através das vidas de Lotto e Mathilde. Conhecemos inúmeras personagens, muito distintas umas das outras e que vão enriquecendo a vida destes dois personagens ao longo de todo o seu percurso.

O livro está dividido em duas partes. A primeira parte é Destinos, onde conhecemos Lotto desde o seu nascimento até a idade adulta. A segunda parte é Fúrias onde vamos conhecer Mathilde assim como o seu passado e de onde ela veio.  Continuar a ler

Anúncios

O Homem Ausente, o terceiro volume da série Sebastian Bérgman, chega às livrarias no dia 4 de janeiro

image003

O TERCEIRO VOLUME DA SAGA SEBASTIAN BÉRGMAN
O HOMEM AUSENTE
DE Hjorth & Rosenfeldt

Mais de 2 milhões exemplares vendidos

«O Homem Ausente é mais um brilhante caso da série Sebastian Bergman, cuja personagem principal é uma criação brilhante, não exibindo nenhuma das características redentoras que esperávamos, nem mesmo do investigador nórdico mais deprimido; (…). Este é um romance complexo e convincente que convida comparações com a trilogia “Millennium”, de Stieg Larsson.» in Sunday Times, Reino Unido

Sobre o livro:
Na ladeira das montanhas de Jämtland, na Suécia, seis corpos são encontrados. Mais precisamente, seis esqueletos. Dois deles de crianças. Os corpos foram enterrados há muito tempo. Para Sebastian Bergman, que viaja para o local do crime com o resto da equipa do Departamento de Investigação Criminal, estes factos só tornam ainda mais complexa a investigação sobre quem são, quem os matou e porquê.
No início, Sebastian vê o caso como uma oportunidade de escapar da ex-namorada e passar algum tempo com a filha, Vanja. Uma oportunidade para tentar construir uma relação com ela antes que seja tarde demais.
Mas rapidamente descobre que está mais envolvido no caso do que gostaria de estar.

Sobre os autores:
MICHAEL HJORTH nasceu em 1963 em Visby. Sempre amou filmes e livros e hoje é um dos guionistas e produtores mais talentosos da Escandinávia. É um dos fundadores da produtora de sucesso Tre Vänner, responsável pela primeira comédia de grande sucesso da Suécia assim como por alguns dos guiões dos filmes da série Wallander, de Henning Mankell.
HANS ROSENFELDT nasceu em 1964 em Borås. Trabalhou como tratador de leões-marinhos, motorista, professor e actor até 1992, quando começou a escrever para a televisão. Escreveu guiões para mais de 20 séries e já foiapresentador de programas de rádio e televisão. É o criador da série sueca de maior sucesso – a premiada série policial Bron (“The Bridge”), reproduzida em mais de 170 países e com remakes nos EUA, com o mesmo nome, e em França (“The Tunnel”).

O Homem Ausente (nas livrarias a 4 de Janeiro)
DE HJORTH & ROSENFELDT
Suma de Letras
ISBN 978 989 6651 756
592 páginas
PVP c/IVA 21,90€

SEXTA PARTICIPAÇÃO NO MADEIRA VIVA RTP MADEIRA – RUBRICA LEITURA

10906438_839055352822501_1939328451426081525_n

Olá pessoal! Trago hoje mais uma participação minha no programa Madeira Viva, na rubrica leitura com algumas sugestões de Natal.

Deixo o link para quem quiser ver:

http://www.rtp.pt/play/p2216/e265090/MADEIRAVIVA2016/546537

Primeira parte a partir do minuto 9.

Saliento um engano meu e peço desculpa. Na apresentação do primeiro livro disse que o autor era americano mas não é, ele é do Reino Unido. Tirando esse pequeno percalço espero que gostem!

Beijinhos

Livros! Livros! Os melhores e os piores de 2016

Mais um ano que está a chegar ao fim…passou a correr e vamos começar tudo novamente! 2016 foi um ano mais fraco para mim em relação às leituras. Não tive tanto tempo como queria e houve muitos livros que me deixaram desanimada e tornaram as leituras mais lentas… Como já é habitual e apesar de ainda ter alguns dias para ler posso já fazer o resumo deste ano e escolher os melhores e os piores.

girl-library-books

Imagem retirada de: https://w-dog.net/wallpaper/girl-library-books/id/344892/

No total li 92 livros! Foi um número bom mas não atingi o número que queria: 100.

Os melhores foram: Continuar a ler

O Livro das Coisas Boas – Marta Spínola [Opinião]

32985410

Autor: Marta Spínola
Ilustrações: Lucy Pepper
Ano de Publicação: 2016
Editora: Arena
Páginas: 194

Opinião:
O Livro das coisas boas é basicamente um livro que vai para as mãos de leitor quase totalmente em branco. É um pequeno livro que serve como espécie de agenda/diário da nossa vida. Eu tenho de confessar aos meus leitores que nunca senti essa necessidade (que vejo em algumas pessoas) de escrever e de tirar notas do mundo ao seu redor. Mas criei um blogue e com ele cresceu a paixão pela escrita, por escrever aquilo que penso. No entanto, num mundo digital que para mim continua a ser extremamente impessoal existe sempre a necessidade de mantermos uma parte da nossa vida e principalmente do nosso Eu em privado.

Por isso, quando recebi este livro fiquei extasiada. Tenho-o trazido sempre na mala para todo o lado que vou e vou tirando notas sempre que posso. O que mais gosto nele é que está organizado por capítulos então as nossas ideias nunca ficam todas baralhadas mesmo que não queiramos ter um fio de ligação entre as coisas que escrevemos.

15027458_1181798515200838_2290523089486303817_n

É um livro perfeito para quem gosta de escrever ou simplesmente para quem sente a necessidade de exteriorizar os seus sentimentos e pensamentos mais profundos!

Sinopse:
Gosta de cinema, música, de ler e passear?Tem memórias para contar? Gostava de poder abraçar todas as coisas que lhe abrem um sorriso? Neste livro vão caber todas as coisas boas que entender. Tome nota dos seus gostos, memórias e desejos, e guarde-os para sempre. Tenha tudo à mão: a receita que viu ontem na TV e vai fazer hoje, o filme que quer ver, a viagem que está a preparar. Guarde fotografias e recortes, escreva memórias, use e abuse de fita-cola, clips ou agrafes – neste livro tudo é permitido — , lembre momentos como quiser. Aqui nunca ficará sem bateria ou correrá o risco de apagar a alguma coisa sem querer.