O Trilho da Morte, de Sara Blaedel

o-trilho-da-morte

Sara Blædel é conhecida como A Rainha Dinamarquesa do Thriller.

Já vendeu 1,8 milhões de livros na Dinamarca, num universo de 5,6 milhões de habitantes. Foi distinguida por quatro vezes como a mais popular escritora dinamarquesa e, em 2015, ganhou o mais prestigiante e importante prémio literário atribuído a autores dinamarqueses: o De Gyldne Laurbaer.

Camilla Läckberg, uma das autoras nórdicas preferidas dos leitores portugueses, confirma que Sara Blaedel está entre os melhores escritores da atualidade.

Depois da publicação de As Raparigas Esquecidas, a saga de Louise Rick continua neste novo livro, igualmente traduzido diretamente do Dinamarquês.

o-trilho-da-morte1Sobre O Trilho da Morte:

Sune Frandsen desapareceu na floresta de Hvalsø no dia em que completava 15 anos. Uma semana depois do sucedido, Louise Rick, chefe do Departamento de Pessoas Desaparecidas, regressa ao trabalho após uma baixa médica. Ao investigar, descobre que se trata do filho do talhante Frandsen, amigo de Klaus, o seu primeiro grande amor, cujo suicídio nunca fora convenientemente explicado.

Na sua juventude, Klaus e Frandsen pertenciam a um grupo que praticava rituais inspirados em antigas crenças nórdicas. Quando o cadáver de uma prostituta é encontrado em Hvalsø, perto do carvalho sacrificial onde os membros deste grupo ainda hoje se reúnem, tudo leva a crer que Sune testemunhou algo que não devia, e que pode correr perigo de vida.

Louise vai-se apercebendo de que os sacrifícios aos deuses aqui praticados vão muito além dos antigos ritos. E que esta investigação também lhe pode revelar a verdade acerca da enigmática morte de Klaus.

Sara Blædel consegue, com mestria, cativar os leitores com a saga de Louise Rick, que luta contra os seus próprios fantasmas, numa história contada de forma intensa, ao melhor estilo do thriller nórdico.

O Trilho da Morte já se encontra nas livrarias (Ed. Topseller | 288 pp. | 17,69€)

unnamed

Sara Blædel iniciou a sua carreira literária como fundadora de uma editora especializada em policiais e thrillers. Este trabalho aproximou-a do jornalismo, onde acabou por cobrir uma vasta gama de histórias e julgamentos policiais. Foi nesta altura que começou a imaginar a trama do seu primeiro romance, GreenDust, com o qual venceu o primeiro de inúmeros prémios, The Danish Crime Academy’s Debutant Award.

As Raparigas Esquecidas, editado pela Topseller em 2016, foi agraciado com o Gyldne Laurbær, o mais importante prémio literário da Dinamarca. Os seus livros são bestsellers internacionais e já foram publicados em 33 países. Saiba mais sobre a autora em http://www.sarablaedel.com.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s