A fogueira dorme na bruma ou o tempo em ciclos de fogo – António Castro [Opinião]

transferir

Opinião:

António Castro nasceu em Luanda mas vive na Madeira desde 1982 e em 2011 publica pela editora “7dias, sete noites” mais um livro chamado “A fogueira dorme na bruma ou o tempo em ciclos de fogo”. À partida, o título já desperta uma enorme curiosidade.

Neste livro conhecemos Funcha, uma criança super curiosa, muito inteligente e ávida de conhecimento que questiona tudo e todos ao seu redor. Ao longo dos vinte e cinco capítulos do livro conhecemos o percurso de Funcha pela procura do conhecimento, desde os tempos inicias do Planeta até ao presente.

Vários são os intervenientes que partilham este percurso com Funcha, mas o que eu mais gostei e no qual me deliciei foi o próprio Planeta, que fala com Funcha esclarecendo todas as suas dúvidas. Ao longo do livro, o leitor é levado juntamente com Funcha por uma viagem de conhecimento através da História do nosso Planeta. Muitos são os conhecimentos que são transmitidos ao Funcha e ao seu leitor e é assim que vamos conhecendo um pouco da Ilha que viu Funcha crescer, a Ilha da Madeira. Mas o conhecimento que é transmitido não se fica por aqui, vamos com Funcha até Lisboa e lá também algumas coisas são descobertas…mas é aqui que vemos o amor e a paixão que esta criança sente pela sua bela ilha, não a descurando e tentando sempre compará-la e mostrando o que ela tem de único.

Este livro é de facto “um hino à Ilha da Madeira” e as suas particularidades tão belas e tão curiosas. Muitas foram as coisas que aprendi. E o meu coração derreteu-se quando no fim o autor utilizou e incorporou as lendas do surgimento da Ilha. Estas são páginas para ler e reler, sempre.

Não posso deixar de referir que adorei o apelido da criança, “Funcha”, um nome maravilhoso e que talvez alguns de vós consigam decifrar de onde vem. Este é um livro perfeito para quem quer descobrir mais sobre a Ilha da Madeira e se quer deixar levar pela inocência de uma criança. Páginas e páginas que nos mostram a importância do tempo na vida das pessoas, tempo esse que voa e que escorre pelos dedos.

Um livro maravilhoso!

Sinopse:

Em vinte e cinco capítulos – todos identificados por um título poético e bem sugestivo – se subdivide este livro de António Castro: A Fogueira Dorme na Bruma. Aqui se retrata o percurso de vida de Funcha – uma criança sensível, inteligente, atenta e ávida de conhecimento. Esta obra, através do recurso à personificação e ao paralelismo, é também a História do planeta Terra, a exaltação de um País – em que o mar se revela ponte e não fronteira – e um hino à Ilha da Madeira – na sua dimensão diferenciada. Com mestria, o Tempo em Ciclos de Fogo é tecido com «palavras de algodão no azul» e «ondas de mar à varanda», para o leitor se deliciar e ficar definitivamente preso ao mágico e inesperado conteúdo deste romance…

Anúncios

2 thoughts on “A fogueira dorme na bruma ou o tempo em ciclos de fogo – António Castro [Opinião]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s