Entrevista com Carina Rissi – Autora Brasileira agora publicada em Portugal pela TOPSELLER

carina-rissi

Olá a todos! É com muita felicidade que venho partilhar convosco a entrevista que fiz ontem à linda e querida autora brasileira, Carina Rissi. Esta entrevista foi ainda mais especial (não só por eu já ser uma fã) mas também por ter sido através do Skype. Foi simplesmente maravilhoso ter tido a oportunidade de falar “pessoalmente” com a autora.

Confesso que fiquei bastante nervosa mas a autora deixou-me muito à vontade. Foi muito acessível, simpática, querida e mais uns quantos adjectivos maravilhosos e positivos que possam imaginar. Eu tinha tanta coisa para lhe dizer mas na hora esqueci tudo (já sabem como é)!

Só para terem noção de como a autora foi uma simpatia, estivemos na conversa quase 2h! Se fosse por mim, ficaríamos mais umas 2h! 😀

Antes de avançar para a entrevista deixo aqui um pouco da autora:

Carina Rissi é uma leitora apaixonada, lê sempre a última página de um livro antes de o comprar e tem um fascínio inexplicável pelo tema «amores impossíveis». Tem em Jane Austen uma fonte de inspiração.

Nasceu em Ariranha, uma pequena cidade perto de São Paulo, onde vive atualmente com o marido e a filha. Carina Rissi é autora de vários romances, entre os quais a trilogia Perdida, Encontrada e Destinado, êxitos de vendas no Brasil.

 

  1. Primeiro gostaria de saber como era em criança/adolescente, quando andava na escola.

Carina Rissi: hahahah essa nunca me fizeram mesmo!  Eu era bem nerd, meu lugar favorito era a biblioteca da escola. Mas na época não era tão legal ser nerd, então ia escondida. Os amigos nunca ficam sabendo, mas era amiga de todas as bibliotecarias. Também era fã de Bon Jovi e tinha certeza que ia me casar com o Ed Vedder (Pearl Jam) hahaha! Fui uma adolescente bem tranquila. Nunca dei muito trabalho não.

2. Quando decidiu que queria ser escritora?

Carina Rissi: Na verdade, eu não decidi, foi meio por acaso. Eu sempre tive muitas histórias na cabeça, mas nunca pensei em colocá-las no papel. Precisei de um empurrão. E ele veio por meio de uma entrevista que vi no programa da Oprah. A Stephanie Meyer estava lá, e contou como ela começou a escrever, que sempre teve muitas histórias na cabeça e aqui pensei ‘opa! Então não é assim com todo mundo?’ Foi nessa mesma tarde que eu comecei a escrever o que depois seria Perdida. Escrevi no celular mesmo. Não estava muito certa de que daria em alguma coisa. Deu muito mais certo do que eu imaginei hahaha

3. Além da Jane Austen quais são os escritores que a inspiram, que são os seus favoritos?

Carina Rissi: Eu tenho vários. Sophie Kinsela e Marian Keyes são divas absolutas para mim. Julia Quinn, Paula Pimenta. Amo demais! Eu amo romance. É o meu género favorito. Então ler boas histórias, de autores que eu admiro tanto, sempre me inspira. Eles fazem parecer tão fácil escrever hahaha

4. De todos os seus livros publicados tem algum preferido? E a personagem preferida deles qual é?

Carina Rissi: Ai, que difícil! Acho que meu livro favorito é Destinado (vol. 3 da série Perdida). Trabalhar com o Ian foi muito intenso, em todos os sentidos. Ele e eu demoramos para estarmos na mesma página, sabe? Além disso, eu saí da minha zona de conforto (o universo feminino) e me aventurei na mente de um homem do século 19. 9789898831958

É difícil apontar um personagem favorito, mas a Sofia sempre será especial para mim. Foi a minha primeira heroína. Mas também amo a Alicia do Procura-se um marido. Eu queria ser ela hahahaha E tem a Luna, de No mundo da Luna. Dei a ela a profissão que eu sonhei para mim. Poxa, é difícil demais escolher.

5. Como é com a pesquisa? Precisa de fazer muita pesquisa para os seus livros?

Carina Rissi: Nossa, muita, mas muita mesmo! O Perdida exigiu mais. É de época, e eu tinha que saber como tudo funcionava, desde o cardápio a casinha. hahahahaha quando eu vi a foto logo pensei “preciso colocar a Sofia nisso aí”

Já a Luna precisei me aprofundar na cultura cigana, e, caramba, é muito difícil encontrar informações a respeito da cultura rom.

Em mentira Perfeita, meu lançamento aqui no Brasil, minha heroína é expert em TI (Tecnologias de informação). E eu não saco nada de TI hahahahah Tive que falar com muitos profissionais da área. Estou sempre metida em pesquisas. E adoro. Sou um bicho curioso!

6. A Carina tem uma ocasião especial para escrever ou escreve em qualquer momento/lugar?

Carina Rissi: Eu criei uma rotina de trabalho. Escrevo das 8 às 18 todos os dias. Antes eu escrevia a qualquer hora (sobretudo as madrugadas), mas estava me esgotando muito, além de ficar sem tempo para a família. Hoje só embarco em horários malucos se estou com o prazo muito apertado. E eu gosto de escrever em casa. Tenho meu cantinho. Sou muito distraída e tentar escrever em um lugar com muita gente não funcionaria. Eu perderia o foco. Fora de casa faço apenas anotações (ainda no celular, porque se eu estiver com muita pressa minha letra fica incompreensível)

7. Qual a coisa que acha mais difícil na escrita e qual a mais fácil?

Carina Rissi: A parte mais difícil para mim é tentar escrever algo que seja realmente interessante, que prenda o leitor e desperte alguma emoção nele. E conseguir este feito é um trabalho árduo e delicado. O que eu acho mais fácil é me deixar levar pela história, sabe? Adoro quando os personagens tomam as rédeas e me levam para caminhos que eu não havia previsto. tudo fica mais credível, mais interessante. Admiro muito aqueles autores que dizem ter total controle sobre seus personagens. Admiro muito, mas não os invejo. Gosto mesmo é do caos e a montanha-russa de emoções.

13100962_980280312027236_8662003787791186173_n

 

8. Como lida com as críticas?

Carina Rissi: Hoje, muito bem. Faz tempo que aprendi que agradar todo mundo é algo impossível (nem a coca-cola consegue. Imagine eu?). Eu leio as críticas, boas, não tão boas e as ruins, absorvo o que for construtivo e sigo em frente. No começo eu apanhei um pouco, claro. Mas agora lido bem com isso. Escrevo porque amo escrever. Se alguém gostar, melhor ainda!

9. Está lendo algum livro no momento?

Carina Rissi: Estou. A mulher que roubou minha vida, da Marian Keyes (não sei como ficou o título em Portugal)

10. O que gosta mais de fazer para relaxar?

Carina Rissi: Ler e viajar. De preferência ao mesmo tempo. É o céu para mim!

11. Tem algum filme favorito? E música?

Carina Rissi: Difícil escolher uma música, então vou escolher uma banda. OneRepublic. Sou louca por tudo que eles fazem. E meu filme favorito é Orgulho e preconceito (que também é o meu livro favorito haha)

12. Já tem previsão para mais algum livro seu, ser publicado em Portugal?

Carina Rissi: Eu espero que sim! Torço para que Encontrada saia ainda este ano em Portugal. Espero que tudo fique pronto a tempo! vEu estou muito feliz e me sentindo muito agradecida à Topseller. Eles estão sendo fantásticos!

13. Por último: Uma mensagem para os leitores portugueses, ok?

Carina Rissi: Eu preciso agradecer todo o carinho com que fui recebida em Portugal. Não esperava ser tão abraçada (mesmo de longe). Tenho recebido os recadinhos mais fofos do mundo! Vocês são fantásticos! Obrigada por lerem Perdida, obrigada pelo feedback, e obrigada por amarem Ian e Sofia ❤

Além da entrevista falamos de outras coisas. Falamos um pouco do lugar onde moro e a autora contou também que a família do marido é toda portuguesa, mais precisamente da Póvoa de Varzim. Disse também que quer muito conhecer Portugal e que espera poder vir cá em breve. Falamos também sobre a cena da alface (para quem já leu o livro Perdida sabe do que falamos, e para quem ainda não leu vai descobrir e vai adorar <3) e de como muitos leitores lhe dizem que já não olham para a alface da mesma forma! Eu fui uma delas!

Comentei com ela que estava um pouco nervosa e ela respondeu que também estava porque, ainda não estava totalmente habituada:

“Tudo é muito novo ainda. Sempre fico nervosa em eventos, entrevista, e é melhor eu nem mencionar vídeos. Deus do céu, fico muito nervosa!”

Como podem ver o contacto com a autora foi magnifico, fantástico e eu ainda estou “a sonhar”! Tive também a oportunidade de lhe mostrar a minha biblioteca e o meu namorado estava no jardim a cortar a relva por isso eu também fui até lá para ela ver! ahahah Foi muito engraçado! ❤

Estou muito feliz por ter tido esta oportunidade! Agora é aguardar com muita ansiedade pelo novo livro da autora em Portugal! 😀

13091972_981464925242108_8772683892761219708_n

A autora com uma fã e com um exemplar do livro Perdida na edição Portuguesa. (Foto retirada do Facebook oficial da autora: https://www.facebook.com/CarinaRissiEscritora/timeline)

Podem saber mais aqui: http://www.carinarissi.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/CarinaRissiEscritora/timeline

Podem comprar o livro aqui: http://www.wook.pt/ficha/perdida/a/id/17606122

 

Anúncios

5 thoughts on “Entrevista com Carina Rissi – Autora Brasileira agora publicada em Portugal pela TOPSELLER

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s