Pura Coincidência – Renée Knight [Opinião]

26831427

Opinião:

Pura Coincidência é a estreia em Portugal da autora Renée Knight. Com uma sinopse curiosa e um design de capa fantástico despertou-me logo o interesse. Nesta história conhecemos Catherine que tal como indica na sinopse tem praticamente uma vida perfeita até ao dia em que começa a ler um livro, e apercebe-se que é a protagonista do livro. Esta leitura leva-a de volta ao passado e começa a aterrorizá-la deixando-a completamente diferente para com todos aqueles que lidam com ela no dia-a-dia. A pessoa que lhe enviou o livro não se fica por aí e começa a interferir na sua vida de uma forma aterrorizadora e que lhe causará vários danos, não apenas na sua vida pessoal mas também pessoal.

Desde a primeira página que fiquei presa a vida de Catherine que de um momento para o outro fica completamente fora do seu controlo. Consegue-se perceber que existe qualquer coisa na história que não bate certo e que Catherine sente-se muito insegura em contar a sua versão.

Com uma escrita simples e envolvente este é um livro cheio de suspense e que levará o leitor a ficar obcecado com o passado e com o destino que as personagens terão. Criei empatia com Catherine e detestei o filho desta. Este é sem dúvida um poderoso thriller psicológico que despertará vários sentimentos ao leitor, já que a pressão sobre a personagem principal, Catherine, é bastante forte e isso consegue-se sentir em cada virar de página.

E quando descobrimos a verdade…nem queremos acreditar que aquilo aconteceu de tão horrível que é. Recomendo!

4*

Sinopse:
E se de repente se apercebesse de que é o protagonista do aterrador romance que está a ler? Catherine tem uma boa vida: goza de grande sucesso na profissão, é casada e tem um filho. Certa noite, encontra na sua mesa de cabeceira um livro com o título “O perfeito desconhecido”. Não sabe como terá ido parar ao seu quarto ou quem o terá ali posto. Ainda assim, começa a lê-lo e rapidamente fica agarrada à história de suspense. Até que, depois ler várias páginas, chega a uma conclusão aterradora.
O perfeito desconhecido recria vividamente, sem esquecer o mais ínfimo detalhe, o fatídico dia em que Catherine ficou prisioneira de um segredo terrível. Um segredo que só mais uma pessoa conhecia. E essa pessoa está morta.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s