Na Sombra da Vingança – J. R. Ward [Opinião]

kgg

Opinião:

Depois de algumas desilusões com esta série, eis que pego neste calhamaço e penso “Será que é desta que a autora volta a me reconquistar?”. E então? Voltou ou nem por isso? Voltou sim senhora. ADOREI. Acho que foi um dos melhores que li até agora.

Surpreendeu-me bastante porque além de surpreendente é uma história que está muito bem conseguida em termos estruturais. A autora conseguiu unir todas as histórias e todos os personagens, entrelaçando-os e formando apenas uma história. É de facto genial a forma como o consegue.

Até afora este foi o livro mais emotivo porque aborda-se muito não apenas o amor, mas também a amizade e a confiança. Foram muitos os momentos angustiantes e até momentos que eu não queria que se sucedessem em que fiquei mesmo ansiosa. Já são muitos livros e é fácil sentir-se apegada aos personagens, é como se fossem nossos amigos.

Relativamente ao casal de destaque deste livro apenas uma palavra: ADOREI!!! Eu já adorava Rehvenge mas depois de ler este livro fiquei com o coração completamente derretido. Gostei tanto. A sério. Ele foi tão fofo e tão amoroso com a sua companheira…enfim. Ele tem muitas fragilidades e é bastante diferente dos outros vampiros normais, mas no entanto, é impossível não gostar dele.

Adorei o livro do início até ao fim e foi de facto de leitura compulsiva!!

5*

Sinopse:
Os romances da Irmandade da Adaga Negra, de J. R. Ward, apresentaram aos leitores um mundo diferente, criativo, obscuro, violento e completamente incrível. Agora, enquanto os guerreiros vampiros defendem a raça dos seus assassinos, a lealdade de um macho para com a Irmandade será posta à prova – e o seu perigoso sangue impuro será revelado. Caldwell, Nova Iorque, é, desde há muito, campo de batalha para vampiros e seus inimigos, a Sociedade dos Minguantes. É também o lugar onde Rehvenge demarcou o seu território como um barão da droga e proprietário de um infame clube noturno que fornece os ricos e bem armados. E é exatamente pela sua reputação sombria que ele é abordado para matar Wrath, o Rei Cego e líder da Irmandade. Rehvenge sempre manteve distância da Irmandade, apesar de a sua irmã ser casada com um dos membros. Por ele ser um symphath, a sua identidade representa um segredo mortal, cuja revelação pode levá-lo a ser banido para uma colónia de sociopatas. E enquanto as conspirações dentro e fora da Irmandade ameaçam revelar a verdade sobre Rehvenge, ele volta-se para a única luz que ilumina o seu mundo de escuridão cada vez mais profunda – Ehlena, uma vampira que nunca conheceu a corrupção que o controla – a única coisa que existe entre ele e a destruição eterna.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s