Na sombra do amor – J. R. Ward [Opinião]

13337192

Opinião:

J. R. Ward é uma autora que eu gosto muito de ler e além dos seus livros de romance paranormal, gosto também muito de a ler no registo romântico em que utiliza o pseudónimo – Jessica Bird. Esta série da Adaga Negra foi uma pela qual me viciei rapidamente. Os primeiros livros foram bastante bons, adorei-os, no entanto estes últimos que tenho lido, tem estado muito aquém das minhas expectativas.

Phury é o irmão gémeo de Zadist (o melhor vampiro de toda a saga) e confesso que esperava uma história muito melhor para ele. Ele está destinado a acasalar com várias mulheres para criarem mais vampiros guerreiros que possam defender a sua raça. Quando chega o momento em que este tem de acasalar com a primeira voluntária, Phury fica revoltado e recusa-se a fazê-lo. No entanto, este fez uma promessa e os meses vão passando até que tem de tomar um decisão. O problema é que Phury tem os seus segredos e debate-se com os demónios do seu passado fazendo com que a decisão que tem de tomar se torne mais difícil.

Este livro, ao contrário dos outros não se focou apenas em Phury mas em vários machos da raça, ou seja acabou por ser um livro não apenas de um mas sim de vários. Houve momentos muito interessantes, no entanto, houve outros aborrecidos. O romance a meu ver não resultou. Este casal não tinha chama nenhuma. E o que salvou o livro foi mesmo o desenvolvimento que aconteceu com os outros jovens guerreiros e também pela intervenção de alguns elementos mais velhos.

Fiquei um pouco triste com este livro porque tirou-me a vontade de continuar a ler os restantes. Não sei mesmo quando o irei fazer.

3*

Sinopse:
Em Caldwell, Nova Iorque, a guerra entre vampiros e os seus assassinos torna-se mais sangrenta e perigosa. A única esperança é um grupo secreto de irmãos – vampiros guerreiros, acérrimos defensores da sua raça. E Phury é o mais fiel à Irmandade da Adaga Negra. Casto e leal, Phury sacrifica-se pela raça, assumindo a responsabilidade de dar origem a toda uma nova geração de vampiros guerreiros que continuará a proteger a raça e a manter vivos os costumes.
No entanto, Phury terá de enfrentar a voz interior que o atormenta e combater o vício que o afasta da batalha cada vez mais sangrenta entre vampiros e os seus inimigos. Mas a sua única salvação é um amor proibido que pode condenar toda a raça. O desejo que Cormia sente por Phury vai muito para além da obrigação e do futuro da raça. Dividida entre a responsabilidade e o amor pelo macho que tem de partilhar com as fêmeas escolhidas, Cormia esforça-se por se conhecer a si própria e salvar o seu amado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s