Porto Editora – Ficção – “O Inverno de Frankie Machine”, de Don Winslow

jjj

Título: O Inverno de Frankie Machine
Autor: Don Winslow
Tradução: Maria João Delgado
Págs.: 230
PVP: 16,60 €

Um dos fenómenos do momento na área do romance negro é o escritor americano Don Winslow e um dos seus livros de maior sucesso é O Inverno de Frankie Machine, um thriller que a Porto Editora publica a 24 de janeiro. Esta é uma história de máfia, cujos meandros Winslow retrata com mestria, e que envolvem lutas de poder, a indústria da droga e do sexo, corrupção e violência. Herdeiro de livros como O Padrinho, O Inverno de Frankie Machine tem vindo a ser elogiado pela crítica por combinar de forma sublime o bom humor, a inteligência e a ação, e pelo seu protagonista, um anti-herói que tem a cabeça a prémio e que não deixará o leitor indiferente.

Sinopse:
Frank Machianno deve a alcunha – Frankie Machine – ao seu talento de atirador de elite: no tempo em que trabalhou para a Máfia era uma verdadeira máquina de matar. Hoje, reformado, passa as manhãs a surfar nas praias de San Diego, na companhia de alguns amigos; durante o resto do tempo, trata da sua loja de apetrechos de pesca e vela para que tudo corra bem com os restaurantes a que fornece peixe fresco e toalhas de mesa. Até ao dia em que, aceitando prestar serviço ao filho de um boss local, é apanhado numa armadilha. O passado regressa então a galope e Frankie não consegue compreender a razão por que todos desejam a sua morte…

a

Sobre o autor:
Don Winslow, nascido em Nova Iorque e ex-detetive privado, é autor de quinze romances policiais, de entre os quais destacamos The Power of the Dog, California Fire and Life, The Death and Life of Bobby Z, The Kings of Cool e as séries Neal Carey e Boone Daniels.
Do mesmo autor, a Porto Editora publicou Selvagens, considerado um dos melhores livros de 2010 e adaptado ao cinema por Oliver Stone.

Imprensa:
Uma mistura soberba de ambientes, personagens habilmente desenhadas e suspense infernal. James Ellroy

Um thriller apaixonante […] Tal como a personagem principal do seu livro, Winslow é uma “máquina” a escrever. Wall Street Journal

Ação contínua, personagens selvagens. The San Diego Union-Tribune

Winslow criou personagens memoráveis em cenários cheios de suspense, que vão manter os leitores agarrados ao livro. Publishers Weekly

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s