Porto Editora – Ficção – Dashiell Hammett regressa aos escaparates‏

Fundador da literatura policial moderna, Dashiell Hammett foi autor de inúmeros contos e novelas, mas de apenas cinco romances. Dois deles, A Maldição dos Dain e O Homem Sombra, serão publicados a 31 de janeiro pela Porto Editora.
Dashiell Hammett foi um dos grandes escritores do século XX e a sua obra marcou um ponto de viragem no género, com histórias de grande realismo, crueza e uma clara crítica social, que vieram depois a inspirar outros mestres do policial, como Raymond Chandler. Nos seus romances, encontramos detetives fora do comum, imunes a pressões sociais, que se movem apenas pelo seu próprio código moral.

Sem+Título

Título: A Maldição dos Dain
Autor: Dashiell Hammett
Tradutor: Dora Reis
Págs.: 256
PVP: 15,50 €

Publicado originalmente em 1929, A Maldição dos Dain coloca em cena o detetive privado da agência Continental, nunca tratado pelo seu nome, sempre por Continental Op, nascido num conto da revista Black Mask de 1923 e reaparecido no romance Colheita Sangrenta.
Gabrielle Dain Leggett é uma jovem, bela e rica herdeira, devota da morfina e de cultos religiosos. À sua volta parece existir uma maldição que assassina violentamente os que a cercam. Trata-se de uma maldição familiar ou de facto de algo muito mais humano e perigoso? Obra-prima do suspense, A Maldição dos Dain é um dos casos mais bizarros de Continental Op, um detetive frio e duro, imune às manipulações mas capaz de gestos generosos e salvadores.

a (1)

Título: O Homem Sombra
Autor: Dashiell Hammett
Tradutor: Susana Silva
Págs.: 248
PVP: 15,50 €

Publicado originalmente em folhetins em 1934, O Homem Sombra é o último romance de Dashiell Hammett, e a passagem ao cinema e à televisão, com enorme êxito, desta história e das suas sequelas tornará famoso o casal de investigadores Nick e Nora Charles.
Uma secretária é assassinada e o suspeito é o seu patrão, famoso e rico investigador científico e antigo cliente de Nick, que desaparece. Uma intricada teia de mentiras, traições e assassínios vai envolver Nick, um famoso detetive particular de origem grega, agora homem de negócios e algo alcoólico, que aceita uma investigação na qual os personagens marcantes são mulheres: belas, vingativas, manipuladoras. Mas a ironia e o humor acompanham também esta intriga em que Hammett mantém o mistério e o suspense sempre presentes, com a escrita seca, precisa e realista que o tornou um dos grandes mestres do romance policial moderno.

Sobre o autor:
Dashiell Hammett (1894-1961) foi um dos grandes fundadores do romance policial, criador de uma linhagem que inclui todos os grandes nomes modernos do género. Cresceu nas ruas de Filadélfia e foi detetive privado da agência Pinkerton aos 19 anos. Combateu nas duas guerras mundiais. Foi um destacado ativista político duramente perseguido pelo macartismo.

Imprensa:
Hammett escreveu cenas que parecem nunca ter sido escritas antes. Raymond Chandler
Não apenas o primeiro autor de policiais da linha dura, mas também o melhor. The Times

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s