Sextante Editora – Ficção – O mais recente romance de Laurent Gaudé

Porto Editora reedita um dos mais importantes romances de Luis S

Título: Furacão
Autor: Laurent Gaudé
Tradutor: Isabel St. Aubyn
Págs: 160
PVP: 15,50 €

Como um Furacão
O mais recente romance de Laurent Gaudé promete impressionar

Laurent Gaudé, vencedor do Prémio Goncourt em 2004, regressa ao catálogo da Porto Editora com Furacão, um romance surpreendente e muito elogiado pela crítica, que chega às livrarias no dia 29 de março.
Em Furacão, várias personagens enfrentam uma tragédia natural ao mesmo tempo que buscam a sua própria paz interior. Gaudé despoja- -as de tudo o que consideravam essencial, expondo assim a sua verdadeira natureza.

O escritor vai estar em Portugal para apresentar o seu romance nas seguintes datas:
 Em Lisboa, no dia 17 de abril, numa sessão no Instituto Francês de Portugal, pelas 19:00.
 Em Matosinhos, nos dias 21 e 22 de abril, no encontro Literatura em Viagem.

O LIVRO
No coração da tempestade que devastou Nova Orleães, uma dezena de personagens enfrenta a fúria dos elementos, mas também a sua própria escuridão interior. Que resta ao ser humano quando as suas referências morais e sociais desaparecem por entre o caos e o medo de um cenário apocalíptico? Com Furacão, Laurent Gaudé oferece-nos uma espécie de ópera em que os solos das personagens se unem num amplo coro que nos transmite o grito da cidade abandonada à sua sorte. A gravidade da tragédia funde-se com a serenidade da fábula, para exaltar a fidelidade, a fraternidade, a comovente beleza dos que, apesar de tudo, permanecem de pé.

Porto Editora reedita um dos mais importantes romances de Luis S

O AUTOR
Laurent Gaudé nasceu em Paris em 1972. Dramaturgo e romancista, obteve em 2004 o Prémio Goncourt com o romance O Sol dos Scorta. Publicado em 34 países, tem também traduzidos em Portugal os seus livros A Morte do Rei Tsongor (2002), Eldorado (2006) e Noite Dentro, Moçambique (2007), além de A Porta dos Infernos (2008), já publicado pela Porto Editora.

IMPRENSA
Em Furacão, Laurent Gaudé descodifica a natureza humana, reafirmando o seu estilo muito singular.
Le Figaro

Furacão está escrito como se de um sopro se tratasse, um sopro forte, que nos invade e arrasta para o fim do mundo.
L’Express

Há escritores que pressentimos que irão marcar a literatura. Escritores cuja pena é tão bela e singular que é impossível caírem no esquecimento. Laurent Gaudé faz parte desse grupo. Com Furacão, ele oferece-nos um romance polifónico e ambicioso.
Chroniques de la Rentrée Littéraire

Furacão é mais uma das maravilhas que compõem o universo de Gaudé.
La Vie Littéraire

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s