Na sombra do desejo – J. R. Ward [Opinião]

10908949

Opinião:

E aqui vou eu já no quarto volume da série da Irmandade Negra de J. R. Ward. Tem sido fantástico ler estes livros e até agora nenhum me desiludiu. Quando acabo de ler um quero logo começar a ler o seguinte. Este quarto volume conta a história de Butch, um humano que entra no mundo da Irmandade no primeiro livro através de Beth. Por uma razão qualquer inexplicável, Butch fica com eles e torna-se bastante intimo de Vishous, um dos guerreiros, assim como fica completamente apaixonado quando conhece Marisa, uma vampira da alta sociedade.
Mas Butch nunca sentiu que se encaixava e apesar de os considerar como uma família, sentiu-se sempre posto de parte. Por isso mesmo toma a decisão de se afastar para sempre da Irmandade.

Várias coisas sucedem neste livro e são muito importantes para o desenvolvimento de toda a série. Apesar da narrativa se centrar muito em Butch, nas escolhas que faz, o leitor sente que essas decisões influenciam todos os guerreiros pertencentes a Irmandade assim como a raça. Neste quarto volume ao contrário dos outros o romance a meu ver é mais fraco o que fez com que este par romântico não tivesse tanta química como os anteriores, mesmo assim gostei muito.

A acção neste livro é muito boa e é neste livro que o leitor sente que todo o mal que envolve a irmandade faz sentido. É aqui também que mostram que estes guerreiros apesar de toda a sua força não são invencíveis e que muito mal lhes podem suceder.

No geral achei um livro muito bom. E tal como nos anteriores, Ward vai aos poucos desvendando coisas dos guerreiros que irão protagonizar os seguintes livres fazendo com que o leitor fique completamente apegado a história e com uma vontade enorme de ler de seguida os próximos volumes.

Recomendo sem dúvidas nenhumas esta série.

6 – Gostei mesmo muito

Sinopse:
Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre os vampiros e seus caçadores. Ali, existe um bando secreto de irmãos sem igual — seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. Mas agora um aliado da Irmandade está prestes a enfrentar os seus próprios desejos obscuros…
Butch O’Neal é um guerreiro por natureza. Um ex-polícia da brigada de homicídios que leva uma vida dura, é o único humano a quem foi permitido aceder ao círculo íntimo da Irmandade da Adaga Negra. E quer submergir-se ainda mais profundamente no mundo dos vampiros… quer alistar-se na guerra territorial contra os minguantes. Não tem nada a perder. O seu coração pertence a uma fêmea vampira, uma beldade aristocrática que está muito acima do seu nível. Se não pode ter Marissa, então ao menos pode lutar lado a lado com os irmãos…
O destino amaldiçoa-o outorgando-lhe o que deseja. Quando Butch se sacrifica para salvar dos assassinos um vampiro da população civil, torna-se presa da mais escura força da guerra. Moribundo, é encontrado graças a um milagre, e a Irmandade pede a Marissa que tente trazê-lo de volta. Mas talvez nem sequer o seu amor seja suficiente para salvá-lo…

Nova rubrica (conjunta!)- |E se…|

what-if-title

Olá amoras,
é com muita alegria que anuncio a primeira rubrica conjunta do Mil estrelas. Chama-se |E se…| e é uma ideia prodigiosa da Catarina do Páginas Encadernadas. Nunca desejaram que uma personagem escolhesse outro caminho? Não gostaram do fim de um livro? Pois, bem eis a vossa oportunidade. Esta rubrica consiste na escolha de um livro que todos tenham lidos e fazer questão: E se?…, criando assim histórias alternativas. O debate será num grupo no facebook e depois de organizada a discussão será publicada aqui e no cantinho da Catarina.
Mais informações em Páginas Encadernadas. Se quiserem participar, avisem através do mail do blogue, através da página do facebook e/ou então, através da caixa dos comentários.

Novidades Junho 2013 – Quinta Essência

A rapariga dos olhos azuis

Titulo: A Rapariga de Olhos Azuis
Autor: Tara Moore
Lançamento: 4 de junho

Sinopse:

Ela não é o que parece…
Anya Keating adora seu trabalho como assistente de Macdara Fitzgerald, dono da deslumbrante propriedade Lismore e dos seus cavalos de corrida. Macdara é um patrão indulgente e generoso e Anya tem muito carinho por ele. Mas quando Macdara a pede precipitadamente em casamento, a amizade de ambos – e a posição dela – fica ameaçada, e Anya sente-se dividida entre a sua lealdade para com Macdara e os seus sentimentos pelo neto dele, Fergal, o belo treinador de cavalos.
Eis que aparece Orla Fitzgerald, neta distante de Macdara. Orla pode ter deixado Lismore em criança, mas voltou uma mulher sofisticada e bonita. Tão bonita, de facto, que a maioria dos homens ficam encantados por ela – e Anya vê com crescente apreensão enquanto Orla tecer a sua magia em redor de Fergal.
No entanto, Orla pode não ser a rapariga de olhos azuis que os outros julgam. Há mistérios sombrios na vida da propriedade. O passado de Orla contém uma tragédia, e ela está determinada a reivindicar o seu direito de primogenitura, independentemente de quem se atravessar no seu caminho.

Emoçoes+proibidas
Titulo: Emoções Proibidas
Autor: Jess Michaels
Lançamento: 4 de junho

Sinopse:

Noventa dias e noites de sensualidade
Durante vários verões Miranda Albright viu – horrorizada, mas vergonhosamente excitada – o seu perverso vizinho Ethan Hamon, o notório conde de Rothschild, «entreter» uma sucessão de amantes nos terrenos da sua propriedade. Agora que o pai dela morreu, deixando para trás uma montanha de dívidas, Miranda deve fazer o impensável. Ethan prometeu apoiar as suas irmãs mais novas, financeira e socialmente, por um preço escandalosamente caro: Miranda deve oferecer-se completamente ao conde durante três meses, sem remorsos e sem restrições.
Noventa dias e noites de sensualidade desenfreada esperam-na nos braços de um galã que vê a sua submissão como nada mais do que um grande jogo erótico. Porém, nem Miranda nem Ethan percebem que fogo arde por detrás de um rubor inocente. E assim que a paixão dela é desencadeada pelos lábios e pelo toque de Ethan, é a aluna que vai ensinar ao professor os caminhos do prazer proibido… e do amor.

Intriga em monte carlo

Titulo: Intriga em Monte Carlo
Autor: Elizabeth Adler
Lançamento: 24 de junho

Elizabeth Adler transporta-nos para as águas cintilantes do Mediterrâneo numa história plena de romantismo, tramas e alguns diamantes raros.
Sunny Alvarez está farta de amar um homem que não se quer comprometer e o desejo de se afastar de tudo é mais forte do que nunca. Em Monte Carlo, espera encontrar descanso e tranquilidade; mas é apanhada numa teia de intrigas que envolvem uma série de roubos de joalharias elegantes. Será que Sunny pode confiar nos novos amigos que conhece naquele hotel glamoroso do Sul de França? A velha amiga de Sunny, a estrela de cinema Allie Ray, que possui uma vinha em França, vem em seu auxílio e tenta, ao mesmo tempo, transformar a vida e a aparência da sua velha amiga, Pru Hilson, com uma mudança de visual que altera não só o seu aspeto desleixado e com excesso de peso, mas converte também Pru numa detetive amadora.
Se Sunny não deslindar esta embrulhada, poderá acabar como cúmplice involuntária de roubo, chantagem e até homicídio. Quando o seu namorado, Mac Reilly aparece, vem preparado para fazer tudo para recuperar Sunny, não sendo de somenos ter de resolver os crimes e salvar-lhe a vida. Repleto de pormenores decadentes e com a escrita inconfundível que tem encantado a legião de fãs de Elizabeth Adler, Intriga em Monte Carlo é uma perfeita gema e uma perfeita evasão.
A dupla mais sexy de detetives corre todos os riscos neste novo romance de Elizabeth Adler. Sunny está furiosa: Mac adiou mais uma vez a data do casamento. Desta vez, é de mais! Ela faz as malas, deixa o anel de noivado e uma carta a acabar tudo e voa para Monte Carlo. Para esquecer o patife, nada como descontrair um pouco no hotel e fazer algumas compras nas avenidas do principado. Longe do Mac, Sunny namorisca com todas as tentações: um brasileiro perturbador, um empresário sueco, mas também com os negócios um pouco misteriosos de Mara, uma designer de joias indiana pronta a levar a pobre Sunny num caminho muito perigoso… Felizmente, Mac está atento. Determinado a recuperar a sua amada, está pronto para voar em seu socorro. Irá o amor triunfar? Monte Carlo ainda não revelou todos os seus segredos…

Novidades Publicações Europa-América

Grandes Esperanças

Título: Grandes Esperanças
Autor: Charles Dickens

Colecção: Clássicos
Preço: 17.67 €
Pp.: 464

Sinopse:

Um clássico intemporal!
Publicado pela primeira vez em 1860/61, Grandes Esperanças é um dos romances mais sérios de Charles Dickens. É impossível escapar ao poder de sedução desta obra poderosa e violenta — de onde não estão ausentes nem a sátira nem o humor. Tal como num romance policial, o mistério apodera-se da nossa atenção e a revelação da sua verdade psicológica e moral mantém-nos em suspenso até ao derradeiro momento. Hipnotizados pela voz de Pip e guiados pela sua memória, vamos desvendando o segredo das suas «grandes esperanças» e testemunhando o encontro de um homem consigo próprio.
Esta nova adaptação cinematográfica de Mike Newell, conta nos principais com Ralph Fiennes, Helena Bonhan Carter, Jeremy Irvine e Holliday Granger, entre outros.
Leia o livro. Veja o Filme.

Irmao de Sangue

Título: O Irmão de Sangue
Autores: Eric Giacometti e Jacques Ravenne

Colecção: Contemporânea
Preço: 21.90€
Pp.: 440

Sinopse:

Siga as aventuras do comissário Antoine Marcas.
À semelhança de Ritual da Sombra, Irmão de Sangue é um thriller cheio de suspense que introduz os leitores nos meandros da maçonaria e estabelece um paralelo histórico com as mais modernas investigações.
Paris, 1355. Um homem é queimado vivo na praça pública. O copista Nicolas Flamel assiste, nauseado, a esta execução. Mas o horror está apenas a começar, pois aquele que se tornará num célebre alquimista está, neste momento, à beira de mergulhar nas terríveis revelações de um livro secreto, interdito.
Paris, 2007, sede da Obediência Maçónica. O comissário mação Antoine Marcas descobre dois crimes rituais cometidos por um dos seus, a quem chamam «o irmão de sangue». Uma mensagem vinda do Além põe rapidamente o comissário na pista de um velho segredo, relacionado com o mistério do ouro puro.
De Paris a Nova Iorque, assistimos a uma corrida contra o tempo entre o assassino em série e o polícia, articulada em torno de dois lugares altamente simbólicos: a Estátua da Liberdade e a Torre Eiffel. Entretanto, escondido nas sombras e vigiando o desenrolar dos acontecimentos está o grupo Aurora, uma organização secreta constituída por personalidades da alta finança, cujo objectivo é o controlo absoluto do ouro…
Jacques Ravenne e Eric Giacometti, autores de vários thrillers maçónicos best-sellers, tecem de novo uma intriga fascinante, que arrasta os seus leitores pelos meandros do tempo…

Na sombra do Pecado – J. R. Ward [Opinião]

9401475

Opinião:

Este é o terceiro livro da série da Irmandade Negra e sem dúvida o melhor até agora! Que livro incrível! Neste conhecemos a história de Zsadist e Bella. Zsadist é um dos guerreiros mais frios e negros como a morte. Durante anos foi feito escravo e torturado por uma fêmea e por isso mesmo odeia todas as mulheres, assustando-as não apenas pelo seu rosto e corpo marcado mas também pelo seu olhar frio e meticuloso. Até os próprois guerreiros o temem e a confiança que depositam nele é muito pouca. Bella é uma aristocrata que vive sufocada pelas exigências da sua família e principalmente do seu irmão. Quando conhece Zsadist ao contrário das restantes fêmeas está sente-se logo atraída por aquele macho. Bella não foi menos indiferente a Zsadist e quando este descobre que os minguantes a raptaram fica completamente desvairado com a possibilidade de nunca mais a ver…

Em primeiro lugar esta foi uma das personagens que desde o primeiro livro mais me intrigou e por isso mesmo a minha curiosidade foi tanta que li o livro durante o domingo passado. Não parei enquanto não terminei. Ward é eximia na criação das relações entre os vampiros guerreiros e as suas fêmeas e neste caso a atracção sensual entre ambos estava mesmo ao rubro. Porra o livro é mesmo muito sensual e erótico! De vez em quando até me subia uns calores! ahahahahah

Neste terceiro romance os vilões estão muito bem construídos e as partes dedicadas a estes não são monótonas e tornaram-se de facto mais interessantes. Outro dos pormenores a realçar é o facto de Ward em cada livro já ir revelando o que se sucederá nos próximos livros o que faz com que o leitor fique ainda mais ansioso para continuar a ler os restantes volumes…

Adorei este livro, foi até agora o meu favorito.

7 – Amei!

Sinopse:

Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali, existe um bando secreto de irmãos sem igual – seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. De todos eles, Zsadist é o membro mais aterrorizador da Irmandade da Adaga Negra.

Um antigo escravo de sangue, o vampiro Zsadist ainda carrega as cicatrizes de um passado cheio de sofrimento e humilhação. Conhecido pela sua fúria insaciável e actos sinistros, é um selvagem temido tanto por humanos, como por vampiros. A raiva é a sua única companheira e o terror a única paixão – até salvar uma linda fêmea da maldade da Sociedade dos Minguantes.

Bella fica instantaneamente arrebatada pelo poder fulminante que Zsadist possui. Contudo, à medida que o desejo que nutrem um pelo outro começa a apoderar-se deles, a sede de Zsadist por vingança contra os atormentadores de Bella leva-o ao limite da loucura. Agora, Bella tem de ajudar o amante a ultrapassar as feridas do passado tortuoso e a encontrar um futuro ao lado dela…

Na sombra do dragão – J. R. Ward [Opinião]

7688058

Opinião:

Adoro esta série e a única coisa que me arrependo é não ter começado a lê-la mais cedo 🙂 Neste segundo volume conhecemos a história de Rhage, o menino bonito dos irmãos guerreiros. Quando Rhage conhece Mary Sue, sente uma inexplicável calma quando está perto dela e inicialmente é isso que o atrai. Sem conseguir estar longe dela, arranja maneira de se encontrar com Mary e descobrir mais sobre a sua vida. Só que há um grave problema…Mary é humana e os vampiros não se podem relacionar com eles já que assim estão a desvendar o seu segredo tornando-se mais frágeis. Mary é uma humana de 31 anos que embora jovem já sofreu muito na sua curta vida e quando descobre que o mundo onde ela vive não é aquilo que parece perde completamente o controlo e ainda por cima tem um vampiro super sexy atrás dela…

Adorei o Rhage! Achei-o tão fofo e romântico e adorei o clima criado entre os dois… Quando comecei esta série de facto não fazia ideia que iria ficar tão viciada. A autora sabe mesmo introduzir o leitor neste mundo escuro e tenebroso mas ao mesmo tempo tão sensual e romântico…

Neste livro tem tudo o que um leitor pode querer: sangue, lutas, maus da fita, gajos giros, suspense, acção e por aí fora. Gostei muito mais deste do que o primeiro. Achei o romance melhor e a parte dos vilões também está mais bem explorada. Enfim, é uma série a não perder. No que me diz respeito sou uma fã incondicional deste série. Mesmo linda e divertida.

6 – Gostei mesmo muito

Sinopse:

Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali, existe um bando secreto de irmãos sem igual – seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. Possuído por uma criatura mortífera, Rhage é o mais perigoso membro da Irmandade da Adaga Negra.
Na irmandade, Rhage é o vampiro com o apetite mais forte. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir aos impulsos e o amante mais voraz – pois dentro dele arde uma maldição feroz imposta pela Virgem Escrivã. Refém do seu lado mais obscuro, Rhage receia as vezes em que o seu dragão interior é libertado, tornando-o um autêntico perigo para todos os que o rodeiam.
Mary Luce, uma sobrevivente das teias mais trágicas da vida, é atirada, sem querer, para o mundo vampírico, ficando dependente da protecção de Rhage. Vítima da sua própria maldição fatal, Mary não está em busca de amor. Perdeu a fé nos milagres há muitos anos. Contudo, quando a intensa atracção animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que deve ligar Mary a si próprio. E, enquanto os seus inimigos se aproximam, Mary luta desesperadamente para ganhar a vida eterna junto daquele que ama…

Na sombra da Noite – J. R. Ward [Opinião]

6569202

Opinião:

Já há algum tempo que ouvia falar desta série e aos poucos fui adquirindo os livros até os ter todos. Adquiri-os todos antes de os começar a ler porque sabia que ia gostar. Primeiro porque adoro este género de histórias e também porque já tinha lido os livros da Lara Adrian que têm muitas semelhanças com esta série.

Neste primeiro livro conhecemos Wrath, o guerreiro mais poderoso, o chefe da Irmandade Negra. Este fica encarregue de cuidar da filha de Darius, que é meia humana e meia vampira. Ele tem de ajudá-la na transição e de assegurar que fica a salvo dos minguantes, uns seres sem alma que têm como objectivo primordial abater a raça dos vampiros que com o passar dos anos tornou-se bastante escassa.

Quando ambos se conhecem, a atracção é mútua e inevitável! Confesso que inicialmente acontecem algumas coisas na relação de ambos que achei demasiado precipitado e fiquei um pouco de pé atrás… No entanto adorei o livro. É verdade que a autora tem muito jeito para as relações amorosas e ela consegue cativar o leitor deixando-o no suspense pensado no que se sucederá a seguir…enfim! A relação de ambos é muito sensual e romântica…adorei.

Mas é impossível falar desta série sem falar na de Lara Adrian, fiquei bastante surpreendida porque não estava a espera que houvesse tantas semelhanças. Comparando as duas gosto mais das historias de J.R. Ward embora Lara Adrian ultrapasse esta autora nas cenas com os maus da fita. Se houve partes que eu não gostei no livro foram essas. Foram uma autêntica seca…

Mas no geral foi um bom livro e fiquei tão viciada que tive de ler o segundo livro logo a seguir =)

6 – Gostei muito mesmo

Sinopse:
Seis guerreiros vampiros, amantes perigosos e irmãos de sangue vêm até si neste livro verdadeiramente poderoso.

Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali existe um bando secreto de irmãos sem igual – seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. Mas nenhum deseja mais a morte dos seus inimigos que Wrath, o chefe da Irmandade da Adaga Negra.
Único vampiro de puro-sangue que resta no mundo, Wrath tem contas a ajustar com os matadores que lhe levaram os pais, séculos atrás. Mas quando um dos seus mais estimados combatentes é assassinado – deixando órfã uma filha meio-sangue desconhecedora da sua herança e do seu destino – Wrath tem de tratar do acolhimento da bela fêmea no mundo dos não-mortos.
Transformada por uma inquietude no seu corpo que não conhecia, Beth Randall não tem defesas contra o homem perigosamente excitante que vem visitá-la durante a noite, com os olhos encobertos. As suas histórias de irmandade e sangue assustam-na. Mas o seu toque acende uma fonte crescente que ameaça consumir ambos.

Paraíso Sonhado – Robyn Carr [Opinião]

13506601

Opinião:

Robyn Carr é uma autora americana que conta já com 25 livros publicados e com prestigiados prémios como o RITA award e o RT’s Career Achievement Best Author Award winner (2010) for Contemporary Romance. Este já é o 6º livro desta série que eu leio e que adoro. De facto, esta é uma das melhores séries que eu já li publicada pela Harlequin em Portugal. Esta série fala sobre uma pequena cidade – Virgin River – e dos seus habitantes, abordando assim os soldados que voltam das guerras e de mulheres independentes.

Este 6º volume tem como protagonistas principais, Rick Sudder, um jovem órfão que vivia com a avó e da sua namorado de longa data. A história desenvolve-se quando Rick é ferido e tem de voltar para casa revoltado, magoado e deprimido com os seus ferimentos. A relação que tem com os habitantes de Virgin River é posto à prova assim como a relação que tem com a sua namorada.

Há uma particularidade nos livros de Robyn Carr que é o seguinte: durante as suas histórias acabamos por ter muitos intervenientes o que acaba por tornar o livro tão diversificado que é como se ele não tivesse personagens principais. Neste caso ela também foca muito a relação de Dan Brady com os habitantes da pequena cidade e da sua relação com a mulher a quem ele alugou uma casa.

Ou seja, no geral a autora foca-se mais em temas do que em personagens. No caso deste livro a autora dirigiu o seu foco de atenção para temas como a perda, o recomeço, o perdão e a compreensão. Adorei este livro, foi mesmo giro e além disso adoro a forma como a autora escreve e vai expondo os casais dos livros anteriores assim como já vai introduzindo os casais que farão parte do próximo volume desta série.

Recomendo esta série!

6 – Gostei mesmo muito!

Sinopse:

A guerra destruíra-o, poderia o amor trazê-lo de volta?

O cabo dos marines Rick Sudder tinha voltado do Iraque antes de tempo, a sua missão tinha acabado bruscamente no campo de batalha. Em lugar de um rapaz decidido e alegre, era um homem para quem o seu futuro era tão desolador como a imagem que via refletida no espelho. Será que a paixão e a entrega de uma jovem que nunca desistira dele repararia o seu corpo maltratado e o seu coração feito em pedacinhos? Embora os habitantes de Virgin River apoiassem Rick, um recém-chegado pôs à prova o espírito acolhedor dos habitantes desta aldeia das montanhas. Dan Brady tinha um passado sombrio e procurava um sítio onde começar de novo. Gostava que isso acontecesse em Virgin River… se encontrasse uma maneira de encaixar. No entanto nunca esperou encontrar-se nos braços de uma mulher tão inadaptada como ele.

Viver depois de ti – Jojo Moyes [Opinião]

Imagem

Opinião:

Will Traynor foi sempre um jovem activo, inteligente, dinâmico e acima de tudo gostava de viver a vida em pleno arriscando-se nas mais loucas actividades radicais. Até ao dia em que sofre um acidente fatal deixando-o deprimido e sem vontade de viver. Lou Clark é uma jovem invulgar, sem grandes planos para a sua vida. Quando fica desempregada vê-se obrigada a aceitar um emprego a cuidar de uma pessoa mas é aí que ela é surpreendida quando se depara com Will um jovem de 35 anos e não um velho como ela estava a espera. Com um contracto de 6 meses, Lou começa a trabalhar com Will e o início não foi nada fácil já que Will não querendo a presença dela, era muito estúpido e mau.

É assim que começa o livro de Jojo Moyes, prometendo ao leitor um romance imperdivel, romântico e acolhedor sobre a vida, a perda e o renascimento. O problema é que de um momento para o outro a escritora “troca as voltas” ao leitor deixando-o completamente desamparado, desalentado e incrédulo mal querendo acreditar no que os seus olhos estão a ler. É assim mesmo que Jojo faz-nos sentir com o seu livro. Completamente e irremediavelmente desamparados com um sabor amargo na boca de desespero.

No entanto, apesar dessa sensação de desalento principalmente por causa daquele primeiro impacto/choque o leitor poderá esperar alegria, amor, diversão e muito carinho. Este é um livro tão forte, tão imenso na sua grandiosidade que eu não consigo exprimir-me da maneira mais correcta.

É um livro que fala de temas importantes, tais como a recessão, o desemprego, problemas familiares, preconceito e fala de outros temas ainda mais importantes que como é óbvio eu não vou mencionar para não estragar a vossa leitura.

O que mais me impressionou foi a forma como a autora sobre tratar de estes temas uma forma tão banal e ao mesmo tempo tão profunda, inserindo aos poucos cada um deles e sem o leitor se aperceber já tinha um monte de informação. Confesso que chorei imenso, ainda antes de chegar ao fim eu já chorava só em pensar no que poderia acontecer e no que poderia não acontecer. Mas a verdade é que com uma escrita maravilhosa e com uns diálogos surpreendentes e enternecedores a escritora fez-me dar gargalhadas de alegria e fez-me ter uma vontade enorme de viver. Deu-me vontade de levantar o rabo da cama e sair! Correr, cantar, gritar, falar, dançar…divertir-me…VIVER!

Apaixonei-me por ambas as personagens, adorei Will e queria ser tal e qual como a Louisa. Queria ter a serenidade de Will e queria ser engraçada, inteligente e diferente como a Louisa. Um casal improvável que como Lou bem disse a Will, se não fosse desta forma eles nunca teriam se conhecido.

Eu poderia ficar aqui a descrever tudo o que este livro me fez sentir mas na verdade isso não me faria sentir melhor ou pior. O que eu sei é que depois deste livro eu não serei a mesma pessoa. Esta história acompanhar-me-á até ao fim dos meus dias; disso eu tenho a certeza. Há muito tempo que um livro não me deixava uma marca tão profunda. Muito bem, Jojo Moyes!

E para quem quer saber em breve o livro será adaptado ao cinema depois da MGM ter comprado os direitos do livro. Mal vejo a hora. Um livro que não poderá deixar de ler. Arrisque e verá que terá valido a pena.

Para finalizar deixo a música que o meu cerebro automaticamente relacionou com o livro. Quando fui ouvir a letra parece de facto que é a Lou que está a falar e a transmitir aquilo que sente. Escusado será dizer que chorei mais um pouco quando me dei de conta disso.

7 – AMEI!

Sinopse:
Lou Clark sabe muitas coisas. Sabe quantos passos deve dar entre a paragem do autocarro e a sua casa. Sabe que trabalha na casa de chá The Buttered Bun e sabe que não está apaixonada pelo namorado, Patrick. O que ela não sabe é que vai perder o emprego e que todas as suas certezas vão ser postas em causa.

Will Traynor sabe que o acidente de motociclo lhe tirou o desejo de viver. Sabe que agora tudo lhe parece triste e inútil e sabe como pôr fim a este sofrimento. O que não sabe é que Lou vai irromper na sua vida com toda a energia e vontade de viver. E nenhum deles sabe que as suas vidas vão mudar para sempre.

Em Viver depois de ti, Jojo Moyes aborda um tema difícil e controverso com sensibilidade e realismo, obrigando-nos a refletir sobre o direito à liberdade de escolha e as suas consequências.

Todos os teus beijos – Laura Lee Guhrke [Opinião]

Todos os Teus Beijos

Opinião:

Todos os teus beijos é o quarto livro publicado em Portugal da autora Laura Lee Guhrke, desta feita pela editora Quinta Essência que já tem vindo trazer ao longo destes meses belos e sensuais romances de época aos seus leitores. Este certamente não fica atrás dos que já anteriormente foram publicados.

Este livro é bastante diferente dos habituais romances de época, simplesmente porque o enredo não é o que habitualmente estes romances nos apresentam, tal como rapto, homicídio, etc, o que o torna certamente mais apelativo. Mas já ao ter lido o anterior livro desta mesma autora Casamento do ano, pude verificar que o mesmo se passou com este, ou seja, a autora distingue-se pelos seus enredos diferentes e originais.

Esta história foca-se maioritariamente nos dois personagens principais, Dylan que é um compositor que depois de sofrer um acidente de cavalo não consegue compor e Grace, uma jovem que desgraçou a sua família por ter fugido para se casar com um homem que ninguém aprovava. Quando se conhecem Grace consegue despertar a música em Dylan e este quer mantê-la sempre perto dele por isso mesmo contrata-a como preceptora da sua filha.

Com um enredo original, a autora apresenta-nos dois personagens peculiares e muito diferentes dos personagens habituais tornando assim todo a história diferente daquilo que o leitor esperava. Confesso que no início estranhei mas depois de “entranhar” li-o praticamente de uma assentada já que o mesmo é de fácil leitura muito em parte a escrita da autora que é bonita, leve e fácil de ler.

Apesar de tudo tenho a destacar o que menos gostei no livro que foi o facto do romance entre os dois protagonistas se desenrolar muito no final. Eu pessoalmente gostaria que este romance não tivesse sido tão tardio.

No entanto há que destacar igualmente que a personagem feminina foi muito bem construída, sendo a mesma forte, decidida, serena e inteligente não se deixando arrastar facilmente para as garras de um amante. O personagem masculino também esteve muito bem já que este tem mesmo problemas e não é simplesmente atormentado porque não sente um qualquer ímpeto para amar! Um bom romance e que eu desfrutei muito!

5 -Gostei

Sinopse:
Todos conhecem Dylan Moore – o seu brilhante talento e a sua busca pelo prazer – mas ninguém sabe o tormento que esconde. Apenas uma mulher se apercebe da força que impele a alma de Dylan, uma mulher que o persegue em sonhos e desperta nele paixões que nenhuma outra despertou. Desgraçada e agora muito pobre, Grace Cheval nada quer ter com o sedutor que a deseja. Quando Dylan lhe oferece o emprego de precetora para a filha que há pouco encontrou, sabe que as suas intenções não são honradas. Porém, é-lhe difícil resistir a este homem tão carismático e devolve-lhe os beijos apaixonados com todo o ardor. Atrever-se-á Dylan a esperar que esta beldade orgulhosa e intrépida derreta o gelo que envolve o seu coração?