Escrytos – nova plataforma de autopublicação da LeYa‏

ESCRYTOS

Apresentação da nova plataforma de autopublicação da LeYa

A LeYa apresenta a Escrytos, uma plataforma que permite que qualquer pessoa faça a autopublicação em formato digital dos seus livros e textos originais, e que os comercializa nas principais lojas online de todo o mundo.

 A Escrytos (www.escrytos.com) entra em funcionamento neste dia 11 de dezembro e apresenta-se com claras vantagens, em termos de usabilidade e, sobretudo, ao nível dos serviços que disponibiliza e da rede de comercialização. Para o autor, a Escrytos é, não só, uma ferramenta valiosa que lhe permite divulgar o seu trabalho com ou sem a mediação da editora mas é, também, uma plataforma onde pode beneficiar de um conjunto de serviços editoriais e de uma rede de comercialização ímpares.

Ao criar o seu eBook na Escrytos o autor está automaticamente a disponibilizar a sua obra a milhões de leitores, através das mais significativas lojas online à escala planetária, aproveitando da melhor forma um fenómeno que tem vindo a ganhar milhões de adeptos em todo o mundo – e que se tornou uma fonte útil de conteúdos para maioria das editoras, dando inclusivamente origem a variados casos de sucesso.

Para a LeYa, esta plataforma vai ao encontro daquela que tem sido a sua estratégia no contexto da estimulação da criatividade editorial e até mesmo no da procura de novos talentos de língua portuguesa. A ESCRYTOS junta-se a outras iniciativas da LeYa que contribuem para a criação de uma verdadeira comunidade que permite a todos os que escrevem em português a expressão das suas ideias, do seu pensamento e da sua obra, dando assim novo e original uso à língua comum a centenas de milhões de pessoas por todo o planeta.

 

O que a Escrytos vem oferecer

Esta nova plataforma de autopublicação disponibiliza um completo manual de instruções para a conversão de ficheiros word para o formato mais comum de e-Book (ePub) e um vídeo tutorial que facilita a tarefa de inserção de conteúdos, paginação, aplicação de capas e finalização. A Escrytos sugere ainda o software necessário para esta conversão.

O site dispõe de uma área onde os autores podem criar gratuitamente a capa do seu livro, dando acesso a um programa de fácil utilização para que o próprio autor proceda à escolha de imagens, cores, formatos e fontes gráficas, concebendo assim a sua própria capa.

A Escrytos dá, também, acesso ao processo de criação do código ISBN, um serviço gratuito e um procedimento simples e obrigatório para todas as publicações.

Os autores que recorram à Escrytos podem pedir um Parecer Editorial, serviço pago que permite que seja feita, por editores profissionais, uma avaliação prévia da qualidade dos textos, sobretudo de poesia e ficção. Neste enquadramento, os autores podem ainda contratar serviços de Edição, para aprimorar o seu trabalho e fazer com que seja apresentado com mais qualidade. Seguindo a mesma lógica, o recurso a serviços de revisão de texto é outra das possibilidades desta plataforma.

No que diz respeito à conversão do texto em formato ePUB, se o autor preferir não optar pelo serviço gratuito disponibilizado na Escrytos, pode recorrer aos serviços de Conversão ePUB Profissional.

A Escrytos disponibiliza, igualmente, serviços que ajudam a promover os livros publicados tais como a elaboração e difusão de um press release e a criação de umbooktrailer.

O autor dispõe de uma zona exclusiva reservada à publicação dos livros em formato digital, e onde poderá acompanhar a evolução da publicação, subscrever serviços editoriais e de promoção, acompanhar as vendas dos seus livros bem como atualizar os seus dados pessoais.

 

Como se publica na Escrytos?

Para publicar um eBook através da Escrytos o autor deve começar por se registar em www.escrytos.com e, no menu “autor”, seguir as instruções contidas na opção “publicar livro”. Qualquer pessoa que tenha um original escrito, e que detenha todos os direitos autorais sobre o mesmo, poderá aqui publicar um livro. Para isso, necessita apenas de ter um conteúdo em formato Word e registar-se na plataforma.

A publicação na Escrytos pode ser feita de forma totalmente gratuita. Os autores poderão, no entanto, utilizar os serviços editoriais ou de promoção da Escrytos cujos preços estão especificados no menu “serviços”. Uma vez terminado o processo de publicação e definido, pelo autor, o preço do seu livro digital, o mesmo ficará à venda em todas as lojas online parceiras da Escrytos (Almedina, Amazon, App Leya na App Store, Barnes & Noble, Bookwire, Fnac.pt, Gato Sabido, Google, IBA, iBook Store, Kobo, LeyaOnline, Livraria Cultura, Mundo Positivo, Mybooks, Numilog, Reader’s Hub da Samsung, Submarino, Wook) e todos os parceiros com quem a Escrytos vier a estabelecer acordos de distribuição.

 

Youtube: http://youtu.be/I9419OhYBZw

Para mais informações, por favor contacte:

LeYa – Direção de Comunicação | comunicacao@leya.com 

Anúncios

One thought on “Escrytos – nova plataforma de autopublicação da LeYa‏

  1. MA diz:

    É tudo muito bonito, mas os responsáveis parecem esquecer-se (propositadamente) de mencionar detalhes como a questão da exclusividade de 5 anos (ler o modelo do contrato), sem que isso represente qualquer tipo de vantagem comercial para os autores, uma vez que a única coisa que a plataforma oferece é mesmo a distribuição. A distribuição, por si só, não justifica a retenção de 75% dos valores das vendas, enquanto os autores (que têm o trabalho criativo) ficam apenas com 25%.

    Este modelo de autopublicação não recompensa devidamente os autores e, além disso, assenta numa estrutura arcaica se o compararmos com, por exemplo, as plataformas de autopublicação da Amazon e do Smashwords. Estas duas plataformas oferecem uma maior margem de lucro e, ao contrário da Escrytos, permitem a alteração do preço de venda após a publicação, bem como o carregamento de um manuscrito revisto caso sejam encontrados erros ou gralhas após a publicação.

    Nestas condições (ler os termos), optar por publicar na Escrytos em vez de o fazer na Amazon e no Smashwords poderá ser o equivalente a descer de cavalo para burro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s