A culpa é das estrelas – John Green [Opinião]

Sinopse
Apesar do milagre da medicina que fez diminuir o tumor que a atacara há alguns anos, Hazel nunca tinha conhecido outra situação que não a de doente terminal, sendo o capítulo final da sua vida parte integrante do seu diagnóstico. Mas com a chegada repentina ao Grupo de Apoio dos Miúdos com Cancro de uma atraente reviravolta de seu nome Augustus Waters, a história de Hazel vê-se agora prestes a ser completamente rescrita.

PERSPICAZ, ARROJADO, IRREVERENTE E CRU, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e comovente que o premiado autor John Green nos apresentou até hoje, explorando de maneira brilhante a aventura divertida, empolgante e trágica que é estar-se vivo e apaixonado.

A minha opinião:

Há livros que tocam-nos de uma forma tão especial e assustadora que é como se subitamente tomassem vida e nós agarrassem com as suas próprias mãos e nós esmagassem o coração aos poucos até não restar nada. Este foi um desses.

Eu já sabia o que me esperava mas não pensei que me fosse marcar tanto. Este livro literalmente magoou-me, magoou-me imenso! Houve momentos que só me apetecia gritar de raiva! 😦 Se eu apanhasse o autor torcia-lhe o pescoço…isto não se faz. Este é um daqueles que eu não tenho muito para falar porque sinceramente fiquei sem palavras.

Então John Green faz-nos a gentileza de nos apresentar a uma jovem chamada Hazel que tem cancro, daqueles mesmo maus que lhe afecta imenso a vida e que a põe praticamente à beira da morte. Depois ao longo da narrativa acabamos por conhecer outros que também têm cancro. Um deles é Augustus que torna-se namorado dela. Enfim…creio que só com isto já dá para perceber que não é um livro fácil. Pelo menos para mim não foi. É muito difícil de digerir…

Adorei ambos os personagens, passaram a ser meus amigos chegados. Achei-os super queridos e divertidos apesar de tudo! Apesar de tudo sabiam aproveitar as coisas boas da vida e olhar para elas sempre com um sorriso no rosto!

Achei-o profundo, houve passagens que me deixaram perplexa. É ao mesmo tempo um livro simples, com uma narrativa fácil mas com uma profundidade impressionante. Uma espécie de filosofia de vida. Sei lá!

Confesso que o livro nem ia a meio e eu já comecei a chorar baba e ranho. Comecei a imaginar montes de coisas que poderiam acontecer e apesar de algumas delas serem com finais felizes eu ainda chorava mais. Estes livros fazem-nos pensar na nossa vida e na vida dos que andam à nossa volta porque é aí que nos apercebemos da sorte que temos. Temos tanta coisa boa na vida mas acabam por se tornar tão banais que já nem nós damos de conta que são tão importantes…

Eu RECOMENDO o livro apesar de tudo. É um livro muito forte, não é nada fácil de se mastigar esta história mas vale a pena ser lido!

Anúncios

5 thoughts on “A culpa é das estrelas – John Green [Opinião]

  1. Julio Proenca diz:

    Olá, Pela sua opinião já percebi que não é livro para eu ler nos transportes públicos, pois às duas por três os outros passageiros começam a pensar que eu devia estar a passar mal, já que a mim também me acontece e não tenho vergonha de dizê-lo, quando nas passagens são mais profundas e dramáticas as lágrimas saltam sem que eu as consiga segurar… lol 😡

  2. Nuno Chaves diz:

    Uma excelente opinião Sandra. Parabéns.
    Tenho ouvido maravilhas acerca deste livro. Conto lê-lo no próximo ano.
    Obrigado pela partilha.
    Boas Festas, Boas Leituras.

  3. Debora Gonçalves diz:

    Este livro é o pior de sempre! Quase me matou de desidratação!

    Eu já chorei com livros, é verdade, mas não tantas vezes. Eu dava por mim a ter que parar várias vezes, pensar no que estava escrito, e sentia-me mesmo estranha. Uma vez, fiz uma pausa de 4 dias no livro pois achei que não estava preparada para continuar a lê-lo.

    O livro não é daqueles cheios de vocabulário complicado, mas tem frases complexas. Por vezes achei que é preciso estar na situação dos personagens para ter palavras daquele género a sair da nossa boca, o que provavelmente é provável.

    Recomendo o livro a toda a gente, toda. Só não é o meu livro favorito porque acabou depressa demais :).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s