Participação na Rádio Horizonte

Olá!

Venho contar-vos mais uma experiência engraçada que tive. A semana passada fui convidada pelas professoras da Escola Básica e Secundária da Calheta para dar uma entrevista na rádio que eles coordenam juntamente com alguns alunos. Fiquei muito entusiasmada porque além de ser para falar sobre algo que adoro – os livros – é também a minha antiga escola, de onde guardo imensas e maravilhosas recordações. Continuar a ler

O meu nome é Lucy Barton – Elizabeth Strout [Opinião]

31937833

Opinião:

Elizabeth Strout conseguiu através da voz da sua personagem – Lucy – criar um enredo emocionante e que se lê de um sopro. É na cama de um hospital que Lucy começa o seu discurso, um discurso que começa logo com uma emoção forte: a saudade. Este livro, como certamente tantos outros, descreve a relação tortuosa entre uma filha e uma mãe. Lucy está doente e os médicos não sabem o que tem. A sua estadia no hospital será longa e um dia a sua mãe – que já não via há longos anos – aparece do nada ao lado da sua cama. Nos poucos dias que lá esteve manteve-se sempre alerta, sem conseguir adormecer, recusando quaisquer ofertas das enfermeiras. As conversas com a filha nem sempre eram frequentes.

Lucy que passou por tanto na infância por causa da pobreza dos pais não consegue compreender a mãe. É aos poucos que percebemos que Lucy não teve o que deveria ter tido uma filha. São às vezes, em pequenas frases do seu discurso, que percebemos o que passou. A narrativa não é directa, vem em ondas. E é nessas ondas que o leitor é levado em toda a narrativa.

E é este grande atractivo deste livro. De repente levamos com uma dessas ondas e somos repentinamente assoberbados pelo discurso comovente e ao mesmo tempo furioso e inocente de Lucy. A realidade descrita nas páginas é uma realidade americana, completamente distinta da realidade portuguesa mas que ao mesmo tempo é tão semelhante no que diz respeito às emoções e à relação mãe-filha.

Um livro maravilhoso.

5*

SINOPSE
Mais do que uma história de mãe e filha, este é um romance sobre as distâncias por vezes insuperáveis entre pessoas que deveriam estar próximas, sobre o peso dos não-ditos no seio das relações mais íntimas e sobre a solidão que todos sentimos alguma vez na vida. A entrelaçar esta narrativa está a voz da própria Lucy: tão observadora, sábia e profundamente humana como a da escritora que lhe dá forma.

Para todo o sempre – Jude Deveraux [Opinião]

30257529

Opinião:

“Para todo o sempre” é mais um romance cor-de-rosa que Jude Deveraux pela mão da Quinta Essência traz aos leitores portugueses. A acção decorre na cidade de Nantucket, uma cidade pesqueira na América e que tem a particularidade de ter muitas histórias curiosas sobre os antigos habitantes.

Neste segundo romance conhecemos Toby, uma jovem que até à data não se deixou encantar por nenhum homem e que neste momento até já perdeu a esperança de encontrar o seu grande amor.

Sem esperar conhece Graydon…irmão gémeo de Rory…mas estes gémeos têm uma particularidade. Ninguém os consegue distinguir…apenas o amor verdadeiro de ambos os conseguem distinguir. E ainda por cima, Graydon é o príncipe herdeiro do reino da Lanconia. E adivinhem quem os consegue distinguir? Toby claro. Mas será a lenda verdadeira? Será Toby o Amor verdadeiro de Graydon? Juntando as lendas e os costumes do reino de Graydon às histórias e casas assombradas de Nantucket Toby e Graydon irão viver eles próprios uma história misteriosa e com muitos percalços.

Este é o livro perfeito para quem gosta de romances comoventes e de passar umas horas a conhecer personagens cativantes. É uma história que se desenvolve devagar porque a própria vida dos personagens não permite que a história seja apressada.

Gostei muito deste livro.

4*

Sinopse:
Alix Madsen e Jared Montgomery celebraram o seu casamento numa capela elegante no meio do bosque, seguido de um banquete e de um baile ao luar. Enquanto a maioria dos convidados tem os olhos postos no feliz casal, Graydon, o primo de Jared, é incapaz de desviar a vista de uma das damas de honor, Toby Wyndam. Dona de uma beleza serena e de um sentido de humor subtil, Toby também tem uma qualidade que a torna única: é capaz de distinguir Graydon do seu gémeo verdadeiro, Rory. Segundo a lenda da família, esse dom torna-a o Amor Verdadeiro dele. No entanto, Graydon sabe que não há nenhuma possibilidade de acabarem juntos, já que é herdeiro do trono da Lanconia e tem de se casar com a aristocrata que foi escolhida para ele. Uma vez que ambos sabem que a sua relação é impossível, prometem que nunca passarão da amizade. Mas algo acontece entre eles, algo que desencadeou uma força desconhecida. Se quiserem estar juntos, devem mudar os acontecimentos do passado e o que vai acontecer no futuro

Algumas novidades Quinta Essência – Outubro 2016

14354897_871015166365107_1404649056170424147_n

Dia 25 nas livrarias

Dia 18 no site da Leya

Sinopse
Era uma vez, numa livraria de Londres em ruínas, uma rapariga chamada Posy Morland que passava a vida perdida nas páginas dos seus romances preferidos.
Então, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja a Posy, ela tem de largar os livros e entrar no mundo real, pois Posy não herdou apenas um negócio com problemas, mas também as atenções indesejadas do neto de Lavinia, Sebastian, também conhecido como «o Continuar a ler

Algumas Novidades ASA – Outubro 2016

14359275_871014023031888_4373181645653425859_n

Dia 18 nas livrarias
Dia 11 no site da Leya

Sinopse
Era uma vez uma família muito especial…
Sob a batuta de uma matriarca formidável, os Bridgerton são mais do que uma família, eles são uma força da natureza. Ao longo de oito romances, leitores de todo o mundo riram à gargalhada, emocionaram-se, choraram e apaixonaram-se por estes oito irmãos, pelos seus tios e tias, sogras, sobrinhos e amigos (sem esquecer o cão obeso). De tal forma que, no final, todos os leitores ansiaram por mais. Continuar a ler

Um copo de cólera – Raduan Nassar [Opinião]

14316814_1130686120312078_7713746661112353731_n

Opinião:

“Um copo de cólera” é um livro completamente diferente daqueles que li até agora. Com uma escrita intensa, esta novela contém apenas sete capítulos e cada um desses capítulos é constituído por apenas um parágrafo que para o leitor parece não ter fim.

Esta novela é a história de um homem mais velho e de uma mulher mais jovem que passam uma noite juntos, uma noite cheia de paixão e erotismo. Continuar a ler