No canto mais escuro – Elizabeth Haynes [Opinião]

18105509

Opinião:

Elizabeth Haynes é analista dos serviços secretos da polícia britânica. No Canto mais Escuro, que marca a sua brilhante estreia na ficção, foi traduzido em 27 línguas e editado em países como o Brasil, China, Japão, Alemanha ou Estados Unidos, e deixa antever uma promissora carreira literária. Haynes vive em Kent com o marido e o filho. (Editorial Presença)

Neste livro a autora transporta o leitor para uma viagem alucinante e cheia de ansiedade. Conhecemos Catherine Bailey, mas conhecemos duas versões desta jovem. Uma destas versões é sobre uma jovem, independente, divertida, extrovertida e com uma carreira de sucesso. A outra versão que conhecemos é de uma jovem pacata, isolada, sem amigos, com um trabalho que lhe paga as contas e bastante assustada e com graves problemas emocionais.

É com analapses que vamos conhecendo a versão “feliz” de Catherine Bailey mas é também assim que a autora vai dando conhecimento ao leitor de como esta jovem rapariga se tornou na versão que é hoje. Esta é a história de Catherine Bailey e de um relacionamento abusivo. É um livro duro que aborda temas extremamente pertinentes como é o caso das doenças mentais e da violência doméstica.

Com uma escrita simples mas dura, a escritora leva o leitor ao mundo dos medos e ansiedades de Catherine. É assim que vemos o lado da vítima e de como um relacionamento abusivo pode terminar com a saúde mental de uma pessoa. Este é um livro bastante forte e que eu adorei ler. Gostei muito dos personagens que compõem todo o livro, principalmente o carismático psicólogo que aos poucos vai fazendo parte da vida de Catherine.

Um livro que recomendo sem qualquer tipo de reservas! Li-o num sopro!

5*

Para saberem mais sobre este livro acedam aqui: No canto mais escuro

Sinopse:
No Canto mais Escuro é um thriller psicológico soberbo, a história arrepiante de Catherine Bailey, uma jovem independente e bem-sucedida, que se deixa envolver numa relação amorosa abusiva que se vai pervertendo ao ponto de colocar a sua própria vida em risco. Num jogo psicológico extremamente artificioso e doentio, Lee Brightman, um homem lindo e carismático, vai seduzindo e dominando Catherine. Com uma estrutura narrativa inteligente, a autora dá-nos a conhecer o antes e o depois, a forma como uma relação deste tipo pode transformar uma mulher alegre e confiante numa mulher destroçada, subjugada por um medo constante. Um romance de estreia que arrebatou público e crítica e recebeu os prémios Amazon Best Book of the Year 2011 e Amazon Rising Stars 2011.

A carícia do guerreiro – Michelle Willingham [Opinião]

12413726 (2)

Opinião:

Gostei tanto deste livro, foi muito giro. Comecei-o a ler porque estava a ler “A sombra do vento” de Carlos Ruiz Zafon mas queria ir para a praia e como este livro é tão pesado escolhi outro que fosse mais leve para poder ler à vontade. Este foi escolhido e fiquei tão viciada que tive de o terminar logo.

Gostei bastante do enredo por ser diferente do habitual. Aileen é uma curandeira que vê-se desprezada pelo seu clã quando não consegue salvar os filhos do chefe. Encontra Connor, que é o seu amor de adolescência, ferido e decide ajudá-lo. É um livro com uma evolução lente, que além de permitir que o amor entre ambos cresça devagar, permite aos leitores conhecer muito bem as personagens.

Várias reviravoltas sucedem ao longo do livro o que faz com que o leitor fique sempre ansioso pelo virar da página. É um livro leve, romântico e ideal para ler no verão durante umas idas à praia! :)

3*

Sinopse:

Ela curaria o seu corpo, mas só ele podia deixar que o espírito sarasse…

Connor MacEgan era um guerreiro; tinha-o no sangue. No entanto, quando lhe destroçaram as mãos de uma forma brutal, pensou que nunca mais poderia empunhar uma espada… nem acariciar uma mulher. Embora tendo de desobedecer às ordens do chefe do seu clã, Aileen O’ Duinne, uma mulher tão decidida como Connor, encarregou-se de cuidar dele, porque Aileen não podia deixar de lado uma pessoa que sofria, assim como Connor não podia deixar de ser um guerreiro. Mas Aileen guardava um segredo do passado que estava em perigo de se desvendar quanto mais tempo permanecessem juntos…

Amanhecer ao luar – Jude Deveraux [Passatempo Quinta Essência]

10270440_10152425823604085_3011946752615200081_n

Meus amorrrreeeeeeesssss!! Trago um passatempo fresquinho para vocês com uma novidade de 2014! Com o apoio da QUINTA ESSÊNCIA o MIL ESTRELAS NO COLO tem para oferecer-vos um livro da tão querida e fantástica escritora Jude Deveraux!

Muito obrigada a QUINTA ESSÊNCIA por esta oportunidade e a vocês por continuarem a seguir o meu cantinho e as opiniões que escrevo.

Por isso aqui vai: com o apoio da QUINTA ESSÊNCIA tenho para oferecer um exemplar do livro “Amanhecer ao luar” de Jude Deveraux.

Para terem a oportunidade de ganhar basta responder às questões que se seguem.

Boa sorte e boas leituras!!

Regras do Passatempo:
1) O passatempo decorrerá a partir de hoje dia 25 de Julho até às 23h59 do dia 01 de Agosto.

2) Os dados solicitados (nome completo, email, localidade) têm de ser devidamente preenchidos. Qualquer participação que não possua algum destes dados é automaticamente anulada.

3) O(a) vencedor(a) será sorteado(a) aleatoriamente (através do random.org), sendo posteriormente contactado por e-mail e o resultado será publicado no blog.

4) Só é válida uma participação por pessoa/email.

5) Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas.

6) A administração do blogue não se responsabiliza pelo possível extravio no correio de exemplares enviados pela mesma e/ou pela editora.

Comandante Serralves, Despojos de Guerra – Projecto de um grupo de autores portugueses

Comandsem-tc3adtuloante Serralves
Despojos de Guerra
Autores: Ana Ferreira / Carlos Silva/ Inês Montenegro/ Joel Puga/ Rui Leite / Vitor Frazão
Género: Ficção Científica: space opera
Revisão: Mariana Teixeira
Capa de Ana Silva Monteiro

Saibam mais aqui: imaginauta.net

No mercado negro de Vénus, nas cidades da Terra, nas minas de Marte, no vazio do espaço, nas celas da Aliança Humana há um nome que se ergue como um clamor de justiça e liberdade.

Comandante Serralves

Já muitos afirmaram tê-lo visto, mas poucos o conhecem realmente. Quanta lenda haverá em cada uma destas histórias? 

Por vezes herói, outras vilão.

Atreve-te a descobri-lo.

Na tradição das clássicas space operas, “Comandante Serralves – Despojos de Guerra” é um universo aberto escrito a doze mãos. O que começou como um modesto conto e um protagonista-conceito simples, floresceu em complexidade e novas perspectivas ao ser expostos aos talentos (e consideráveis neuroses) de um grupo de jovens escritores.

Uma aventura espacial excitante e intrigante que promete apelar a todos os leitores.

Sinopse:

Esta é a Era da Aliança Humana. Uma nova ordem Mundial forjada a sangue e fogo pela necessidade de unir os povos da Terra para derrotar uma invasão alienígena.
Não, esta não é a estória dessa guerra. Essa já nos foi contada e recontada pela FC desde os seus primórdios. Esta é a estória do que veio depois.
São tempos de paz, união, desenvolvimento, abundância e colonização do sistema solar. No entanto, tudo tem um preço e nem todos estão dispostos a aceitar o sacrifício da liberdade e da cultura de cada povo em troco deste futuro unido sobre uma única égide. E ninguém se rebela mais que o vulpino, grandíloquo e questionável Comandante Serralves. Armado com umas quantas “prendas” deixadas pelos derrotados invasores e na companhia de um caótico imbróglio de aliados, o perigoso rebelde garantirá que o poder estabelecido nunca tenha uma noite de sono descansada.
Na tradição das clássicas space operas, “Comandante Serralves – Despojos de Guerra” é um universo aberto escrito a seis mãos. O que começou como um modesto conto e um protagonista-conceito simples, floresceu em complexidade e novas perspectivas ao ser expostos aos talentos (e consideráveis neuroses) de um grupo de jovens escritores.
Uma aventura espacial excitante e intrigante que promete apelar a todos os leitores.

Métodos de Evasão – O Comandante foi capturado e levado para o coração do império, onde longe da sua tripulação e da sua nave, está à mercê dos seus inimigos. Porém, como em tudo em Serralves, nem tudo é o que parece, e ele tem uma surpresa guardada para quem o interroga.

Sinais – Das minas marcianas às selvas do Vietname há segredos que podem derrubar a Aliança. Infelizmente, na ambição para descobri-los, Serralves por vezes esquece-se que também tem muito a esconder…

Dogson – Na juventude, Dodgson disponibilizara o corpo para se tornar um Serralves em potencial. Os anos e a experiência, no entanto, alteraram-lhe a vontade e os ideais, fazendo-o temer pelo destino que lhe poderá levar a existência repentinamente e sem aviso…

Despojos de Guerra – Na confusão de um contra-ataque a uma tripulação de piratas espaciais, os olhos de Serralves reconhecem uma arma alienígena.
De onde veio ela? Haverá mais? Quem mais tem conhecimento da sua existência?
Uma corrida contra o tempo num dos planetas mais inóspitos do Sistema Solar.

Das Eigentum – Um pahoehoente resiste na Terra. Para nós, estes aliens quase destruíram o nosso planeta, contudo o Comandante Serralves irá descobrir um outro lado do inimigo.

A Guerra Esquecida – Após uma batalha espacial, Serralves acorda, com um novo corpo, num local gelado e desolado. Não se trata, porém, de um planeta distante, mas de um ponto remoto da Terra onde fará descobertas que mudarão para sempre os livros de história.

Static Falls – Serralves e Emily partem numa missão diplomática à recém-descoberta colónia de “Static Falls” onde tudo parece ter parado em meados do século XX. No entanto, nas entranhas daquela estranha comunidade, escondem-se terríveis segredos que poderão significar o fim do Comandante.

Para Sir Phillip com amor – Julia Quinn [Opinião]

10472624_871746692853597_6396398053777120943_n

Opinião:

No 5º livro desta série Julia Quinn continua a inovar! Neste livro traz-nos uma versão do que seria conhecermos alguém virtualmente, mas em vez de ser através da internet é através de cartas. É assim que Eloise já com 28 anos e depois de ter recusado 6 ofertas de casamento conhece Phillip, um botânico que ficou viúvo a relativamente pouco tempo. Eloise sente-se frustada e sozinha depois de Penelope a sua melhor amiga ter-se casado com o seu irmão Colin. Assim Eloise ficou sozinha e num acto desesperado decide aceitar a proposta de Phillip que mesmo sem a conhecer pessoalmente pede-a em casamento. Mas Phillip apenas quer uma mulher que lhe cuide da casa e que seja mãe dos seus filhos por isso quando Eloise chega sem avisar à sua porta Phillip fica surpreendido e ao mesmo tempo aborrecido ao ver que esta mulher não era nada do que estava à espera.

Os dois vão-se conhecendo e vão descobrindo que as coisas que falaram nas cartas não foram assim tantas e são praticamente dois desconhecidos. Várias peripécias sucedem ao longo do livro já que Eloise desaparece sem avisar ninguém e os seus irmãos têm de intervir quando acham que Phillip raptou Eloise.

Depois de ter lido já 4 livros desta série pensei que este quinto seria mais fraquinho. Para quem segue séries, sabem perfeitamente que é bastante difícil manter o leitor interessado, com ideias novas e criativas. Mas este livro mantêm-se ao mesmo nível que os anteriores. Muito bom.

É com emoção e muito romantismo que Julia Quinn mantém o leitor interessado e nós leva a conhecer duas personagens interessantes e cativantes. Com perícia e com uma escrita inteligente e sarcástica vamos seguindo o desenrolar desta história. Aos poucos vamos vendo o amor de ambos se desenvolver e é tão bonito! Muito comovente.

Gostei bastante :)

5 estrelas

Sinopse:

Sir Phillip sabia que Eloise Bridgerton tinha já 28 anos e era, pois claro, uma solteirona. Foi por isso mesmo que pediu a sua mão em casamento. Sir Phillip partiu do princípio de que Eloise estaria desesperada por casar e não seria exigente ou caprichosa.

Só que… estava enganado. No dia em que ela lhe aparece à porta, torna-se óbvio que é tudo menos modesta e recatada.
E quando Eloise finalmente para de falar, ele percebe, rendido, que o que mais deseja é… beijá-la.

É que, quando recebeu a tão inesperada proposta, Eloise ficou perplexa. Afinal, nem sequer se conheciam pessoalmente. Mas depois… o seu coração levou a melhor e quando dá por si está numa carruagem alugada, rumo àquele que pensa poder ser o homem dos seus sonhos. Só que… estava enganada. Embora Sir Phillip seja atraente, é certo, é também um bruto, um rude e temperamental bruto, o oposto dos gentis cavalheiros que a cortejam em Londres.
Mas quando ele sorri… e quando a beija… o resto do mundo evapora-se e Eloise não consegue evitar a pergunta: será que este pesadelo de homem é, afinal, o homem dos seus sonhos?

Novidades Quinta Essência [Agosto 2014]

10486303_790281344357126_7475735137552030274_n

Ele procura a noiva perfeita…

Ele é um duque em busca da noiva perfeita.
Ela é uma senhora… mas está longe de ser perfeita.
Tarquin, o poderoso duque de Sconce, sabe perfeitamente que a decorosa e elegantemente esguia Georgiana Lytton dará uma duquesa adequada. Então, porque não consegue parar de pensar na sua irmã gémea, a curvilínea, obstinada e nada convencional Olivia? Não só Olivia está prometida em casamento a outro homem, como o flirt impróprio, embora inebriante, entre ambos torna a inadequação dela ainda mais clara.
Decidido a encontrar a noiva perfeita, ele afasta metodicamente Olivia dos seus pensamentos, permitindo que a lógica e o dever triunfem sobre a paixão… Até que, na sua hora mais sombria, Quin começa a questionar-se se a perfeição tem alguma coisa a ver com amor.
Para ganhar a mão de Olivia ele teria de desistir de todas as suas crenças e entregar o coração, corpo e alma…

A curvilínea e ousada Olivia e a esguia e discreta Georgiana são gémeas, criadas pelos pais para serem noivas de duques. Tudo parece assegurado até que o futuro marido de Olivia, o tolo Rupert Blakemore, marquês de Montsurrey, faz dezoito anos e declara que «não irá casar até ter alcançado glória militar». Enquanto ele parte para a guerra contra Napoleão, Olivia vai com Georgiana conhecer Tarquin Brook-Chatfield, o viúvo duque de Sconce e possível pretendente de Georgiana. Mas Tarquin encanta-se imediatamente com Olivia, que tem de decidir se irá ou não arriscar desiludir Georgiana e Rupert retribuindo o afeto de Quin. Uma versão inteligente do clássico A Princesa e a Ervilha.

«Mordaz, cheio de trocadilhos e divertido, este romance de Eloisa James tem como alvo a rigidez social, explora o significado da perfeição (e do heroísmo), e apanha os leitores desprevenidos com várias reviravoltas inesperadas. Uma brilhante nova versão de outro conto clássico; os leitores nunca mais vão olhar para ervilhas, colchões ou até para os heróis da mesma forma.»
Library Journal

«…a história é divertida e os personagens deliciosos.»
The San Francisco Book Review

«Heroínas independentes e pouco convencionais, heróis inteligentes e diálogos divertidos fundem-se na perfeição com temas modernos, cativando os leitores.»
Romantic Times BOOKClub

17231638_MnCpm

Autora de vários romances premiados, publicados em treze línguas, Eloisa James é professora de Literatura Inglesa em Nova Iorque, onde vive com a família. Com dois empregos, dois gatos, dois filhos, e um só marido, passa a maior parte do tempo a escrever listas de coisas a fazer – as cartas das leitoras são um grande escape!
Contacte Eloisa na sua página do Facebook (www.facebook.com/EloisaJamesFans), através do seu website (www.eloisajames.com), ou por correio eletrónico (eloisa @eloisajames.com).

 

 

 

 

 

17231513_6f7ej

Um Amor Perdido
Preço: € 15.9
A 21 de junho de 2007 Alexandra Kavanagh saiu de casa, falou com a vizinha, meteu-se no comboio, chegou à estação de Dalkey e desapareceu… Tom está destroçado. Não encontra a mulher, o seu mundo desmoronou e o seu único objetivo é localizá-la. Durante dezassete anos, Jane cuidou do filho Kurt, da excêntrica irmã Elle, e da rabugenta mãe Rose. A única pessoa de que não cuida é dela própria. Elle é artista e considerada um génio. Como tal, o seu comportamento um tanto errático é tolerado. Embora a sua vida pareça perfeita, a tristeza de Elle é por vezes profunda. Leslie perdeu toda a família para o cancro. Passou vinte anos à espera de morrer, mas após uma operação radical está determinada a viver de novo. Quatro meses depois do desaparecimento de Alexandra. Tom entra num elevador com Jane, Elle e Leslie para um concerto de Jack Lukeman. Uma hora mais tarde, os quatro desconhecidos saem de lá com as suas vidas entrelaçadas para sempre. Um Amor Perdido aborda o alcoolismo, a depressão, a negação e a dor e ainda assim irá dar por si a sorrir e até a rir.

«Personagens com que sentimos afinidade e muito riso e lágrimas.»
Prima

«Fácil de ler, divertido e emocionalmente cativante.»
The Irish Times

«Perspicaz e irresistível, às vezes profundo, comovente e muito divertido.»
Image

«O quarto romance de McPartlin é um espelho brutalmente sincero que reflete o intrigante modo como a tristeza e a felicidade coexistem.»
Booklist

17231528_Z2BWy

Anna McPartlin nasceu em Dublin, em 1972. Estarás sempre Comigo, o primeiro livro publicado pela Quinta Essência, é inspirado na própria experiência de perda da autora e na capacidade de sobrevivência necessária para superar os desgostos da vida. Em 2007, foi vencedor do prémio Revelação do Ano nos Irish Book Awards.
Anna McPartlin viveu parte da infância em Dublin, até se mudar para Kerry, na adolescência, onde foi criada pelos tios. Após concluir o ensino secundário, entrou para a faculdade onde estudou Marketing, mas manteve o seu amor pela stand-up comedy e pela escrita. Enquanto trabalhava nas artes conheceu o marido, Donal. Atualmente vivem em Dublin.

 

 

 

17231531_G8VDl

«Meu Único Amor», Cheryl Holt, em agosto

Nomeado para Melhor Livro de 2000 pela revista Romantic Times
Um belo desconhecido… um coração destroçado… o amor de uma vida

A jovem Maggie Brown viajou até uma estância balnear, com a esperança de esquecer a dor causada pela recente morte da mãe. Nunca imaginou que a sua agridoce estada a submetesse ao abraço mágico de um misterioso desconhecido, ou que ele apenas lhe deixasse recordações. Contudo, em seguida, por ironia do destino, reuniu-se ao homem que tanto amava – que lhe tinha dado o coração, mas não o seu nome.
Para escapar a pressões familiares, o marquês de Belmont disfarçou-se de plebeu a fim de passar umas férias à beira-mar – e perdeu o coração para uma mulher com quem nunca poderia casar. No entanto, determinado a que nenhum outro homem a possuísse, arrastou-a para um amor apaixonado que em breve se transformou em mágoa. Agora, embora receie que possa ser demasiado tarde, jura convencer Maggie de que trocará sem hesitar o seu legado por toda a vida nos braços dela.

«… cuidadosamente tecido e trabalhado, rico em todos os pormenores, e lembrando os mestres do género.»
Romantic Times

«…uma nova voz no romance histórico que é realmente deliciosa. Bravo!»
Affaire de Coeur

17231572_qf1Sz

Cheryl Holt é advogada, romancista e uma mãe de família que vive em Los Angeles.
Formada em Direito pela Faculdade de Wyoming, trabalhou num escritório de advogados e no gabinete do promotor distrital em Denver antes de se dedicar exclusivamente à escrita.
A autora, considerada a rainha do romance sensual, foi distinguida com vários prémios, designadamente o de Melhor Romancista do Ano, atribuído pela revista Romantic Times Book Reviews.
Para mais informações: http://www.cherylholt.com

Pecadora – Madeline Hunter [Divulgação ASA]

897. Pecadora

Série: As Flores Mais Raras – Livro III

Título: Pecadora
Autor: Madeline Hunter
N.º Páginas: 328
PVP: 16,90 €
ISBN: 9789892327884
Disponível para compra – AQUI

Sinopse:
Habituada a uma existência pacata, Celia Pennifold vê a sua vida virada do avesso após a morte da mãe, Alessandra Northrope, uma cortesã afamada.
Para além de uma pequena casa, a mãe deixou-lhe de herança apenas dívidas e uma reputação manchada. O destino de Celia já está traçado há muito. Ela foi educada para seguir as pisadas da mãe. Mas Celia é determinada e tem os seus próprios planos… que não incluem, evidentemente, o misterioso inquilino com que se depara ao instalar-se no seu novo lar.
Jonathan Albrighton encontra-se numa missão a mando do tio, pois há suspeitas de que Alessandra possuía informações delicadas sobre alguns dos homens mais influentes da sociedade londrina. Jonathan pensava estar perante uma tarefa simples, não contava encontrar em Celia uma adversária à sua altura…

Resultado do Passatempo – A sorte que move o destino de Matthew Quick [Editorial Presença]

01040584_A_Sorte_Move_Destino (1)

Olá meus amores! Espero que tenham gostado do passatempo. Eu ainda não comecei a ler o livro porque tenho andado super ocupada, tem sido um stress! E este calor deixa-me mais eléctrica e tenho de andar por aí a me pavonear! Depois quando tenho de me sentar à frente do computador fico toda mole! Mas hoje decidi actualizar o blogue e nada melhor do que oferecer livros!

Um muito obrigada a EDITORIAL PRESENÇA por ter oferecido o livro para o passatempo e pela excelente colaboração que tem tido comigo e com os meus leitores! Vocês são o máximo!

Então num total de 144 participações o vencedor foi escolhido através do random.org e o número seleccionado foi o 56!

O vencedor foi:

Cátia Sofia Duarte – Cacém

Muitos parabéns e boas leituras!

E já sabem que se quiserem saber mais informações sobre este livro ou então para adquiri-lo podem aceder aqui: Editorial Presença

A sorte que move o destino – Matthew Quick [Passatempo Editorial Presença]

01040584_A_Sorte_Move_Destino (1)

Com o apoio da EDITORIAL PRESENÇA o MIL ESTRELAS NO COLO tem para oferecer-vos uma novidade de 2014.

Muito obrigada a EDITORIAL PRESENÇA por esta oportunidade e a vocês por continuarem a seguir o meu cantinho e as opiniões que escrevo.

Por isso aqui vai: com o apoio da EDITORIAL PRESENÇA tenho para oferecer um exemplar do livro “A sorte que move o destino” de Matthew Quick.

«Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui

Para terem a oportunidade de ganhar basta responder às questões que se seguem.

Boa sorte e boas leituras!!

Regras do Passatempo:
1) O passatempo decorrerá a partir de hoje dia 11 de Julho até às 23h59 do dia 20 de Julho.

2) Os dados solicitados (nome completo, email, morada) têm de ser devidamente preenchidos. Qualquer participação que não possua algum destes dados é automaticamente anulada.

3) O(a) vencedor(a) será sorteado(a) aleatoriamente (através do random.org), sendo posteriormente contactado por e-mail e o resultado será publicado no blog.

4) Só é válida uma participação por pessoa/email.

5) Só serão aceites participações de residentes em Portugal Continental e Ilhas.

6) A administração do blogue não se responsabiliza pelo possível extravio no correio de exemplares enviados pela mesma e/ou pela editora.

A Sorte que Move o Destino – Matthew Quick [Novidade Editorial Presença]

01040584_A_Sorte_Move_Destino (1)

A Sorte que Move o Destino
Matthew Quick
Título Original: The Good Luck of Right Now
Tradução: Miguel Romeira
Páginas: 256
Coleção: Grandes Narrativas Nº 584
PREÇO SEM IVA: 15,00€ / PREÇO COM IVA: 15,90€

Data de Publicação: 15 Julho 2014

DO MESMO AUTOR DO BESTSELLER

GUIA PARA UM FINAL FELIZ

JÁ ADAPTADO AO CINEMA

 

  • Direitos vendidos para 21 territórios.

Durante trinta e oito anos, Bartholomew Neil viveu com a mãe e para a mãe… até ao momento em que ela adoece gravemente e morre. Sem saber como irá continuar a viver sem ela, começa a procurar um novo rumo para a sua vida, e a primeira pista que lhe aparece surge justamente numa das gavetas da mãe – uma carta assinada por Richard Gere, o próprio. Acreditando piamente que o famoso ator está destinado a ajudá-lo, Bartholomew escreve-lhe uma série de cartas contando-lhe todos os pormenores da sua vida. E é assim que, na companhia de um grupo de amigos e do espírito de Gere, Bartholomew viaja até ao Canadá, numa demanda que se revelará pródiga em surpresas… Com humor e sabedoria de vida, este novo romance de Matthew Quick fala-nos da vontade sincera de um homem inadaptado de construir o seu próprio projeto de vida.

Matthew Quick nasceu em 1973. Formou-se em Escrita Criativa no Goddard College e foi professor de língua inglesa. É autor do bestseller Guia para um Final Feliz, que a Presença publicou também nesta coleção e que deu origem ao filme homónimo, de grande sucesso, com Robert de Niro, Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, distinguido com um Óscar e um Globo de Ouro e com várias nomeações para ambos. A obra de Matthew Quick recebeu já diversos louvores e distinções, incluindo uma menção honrosa do prémio PEN/Hemingway, e tem sido traduzida para diversas línguas com um excelente acolhimento.

 

GÉNERO: Ficção e Literatura/Romance Contemporâneo.

 PÚBLICO-ALVO: Leitores de ficção contemporânea.

CITAÇÕES IMPRENSA ESTRANGEIRA:

«É impossível não gostar destas personagens peculiares. Cheio de humor e muito comovente, este romance de Matthew Quick é tão apelativo como Guia para Um Final Feliz

USA Today

«Um livro que não deixa o leitor indiferente, pelo sentido de humor, pela sabedoria que encerra, pelos subterfúgios do enredo, pela originalidade das personagens e por Richard Gere!»

BookPage

«Uma história invulgar e muito agradável de ler… Uma narrativa inteligente e plena de criatividade.»

Kirkus Reviews «Um insólito rito de passagem para a maturidade… Matthew Quick escreve de uma forma envolvente, captando com mestria a inocência do narrador, a sua filosofia singular e as idiossincrasias das personagens em seu redor.»

Publishers Weekly